Assine Já
sábado, 04 de julho de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 260 584 40
Armação dos Búzios X 250 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 943 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 455 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
UPA

UPA do Parque Burle pode reabrir na sexta-feira

Funcionamento da unidade está pelos últimos detalhes

05 dezembro 2016 - 22h10Por Rodrigo Branco | Foto: Arquivo Folha
UPA do Parque Burle pode reabrir na sexta-feira

Depois de quase um ano fechada, a Unidade de Pronto Atendimento do Parque Burle deve reabrir as por­tas à população nesta sexta-feira. A unidade passa pelos últimos reparos nos sistemas de ar condicionado e de gás para voltar a funcionar. Segun­do matéria publicada na edição do último dia 29, mesmo sem receber mais de R$ 10 milhões em repas­ses do Governo do Estado, o Fundo Municipal de Saúde tem disponíveis cerca de R$ 6,4 milhões transferidos pelo Governo Federal durante todo este ano, apesar da UPA ter perma­necido fechada. De acordo com a Prefeitura de Cabo Frio, a quantia estava bloqueada para uso.

Segundo a reportagem apurou, a ideia é que a unidade funcione com a mesma equipe de antes do fecha­mento. No local, trabalharão quatro clínicos gerais e dois pediatras. Já a estrutura voltará a contar com sistema de classificação de risco, sala de medicação; local para aco­lhimento; salas de sutura e de re­pouso; farmácia; salas vermelha e amarela (as cores designam a gra­vidade do caso).

Embora com funcionamento precário, o Hospital Central de Emergência, em São Cristóvão, não será desativado. Neste caso, a intenção da Secretaria de Saúde é mantê-lo apenas para os casos mais graves, como o de pacientes com múltiplas fraturas. Pessoas com quadro agudo, como hiper­tensão, também poderão conti­nuar procurando o HCE, apesar da nova opção. De outro lado, o Hospital da Criança, no Guarani, e o Hospital do Jardim Esperança passarão a funcionar apenas para internações.

A reabertura da UPA foi critica­da por servidores públicos das áreas da Saúde e da Educação, que estão com salários atrasados há três meses. Os tra­balhadores questionam principalmente o fato da unidade ser reaberta sem que os vencimentos do funcionalismo es­tejam em dia. O Sindicato dos Profis­sionais da Saúde queixou-se ainda da decisão de fechar o Hospital do Jardim para emergências. A unidade é a única que atende à periferia da cidade.