Assine Já
domingo, 24 de outubro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Polêmica

Prefeitura de Arraial do Cabo volta atrás e adia consulta sobre bilhete eletrônico em passeios de barco

Após repercussão de anúncio, governo municipal decidiu adiar debate

24 maio 2020 - 17h22Por Redação
A Prefeitura de Arraial do Cabo voltou atrás e anunciou neste domingo (24) o adiamento da discussão sobre a bilhetagem eletrônica nos passeios de barco da cidade. O adiamento foi decidido um dia depois do anúncio de abertura de consulta pública sobre o assunto, que seria feita pelo site da Prefeitura.
 
"Após avaliar que muitas dúvidas e informações falsas estão sendo compartilhadas na cidade, a consulta pública online que aconteceria até dia 31 de maio será adiada", disse a Prefeitura em comunicado. 

Ainda segundo o governo municipal, "o prefeito Renatinho Vianna se posicionou para que as conversas aconteçam após esse período de crise para que, desta vez, a participação pública seja ainda maior e todos os interessados se motivem a discutir o futuro da nossa cidade". 
 
A implantação de bilhetagem eletrônica nos passeios de barco em Arraial do Cabo vem sendo discutida desde o ano passado, e encontra resistência de pessoas que atuam no setor. Segundo a Prefeitura, o projeto é importante para ordenar o turismo.
 
O vereador de oposição Ton Porto disse ser contrário à proposta.
 
"Somos contra a privatização, quem tem que cuidar do bilhete único são as associações e não uma empresa privada pra servir de instrumento de sacanagem e corrupção", atacou o parlamentar. 
 
A decisão de adiar o andamento ocorreu em virtude da repercussão do anúncio de abertura da consulta pública. A Prefeitura afirma que informações falsas estariam sendo disseminadas sobre o assunto.

"O Bilhete Eletrônico não tem nada a ver com privatização ou venda da reserva. O Projeto busca ordenar o turismo através da venda online dos bilhetes de passeio, promovendo transparência na quantidade de passeios vendidos diariamente e os valores arrecadados, além de levar melhorias estruturais para a Marina dos Pescadores e segurança para os pescadores, turistas, profissionais e empresários do ramo", diz ainda a nota enviada à imprensa neste domingo.
 
A consulta ficaria disponível até o dia 31 de maio de 2020 para receber sugestões e documentos com contribuições, através de preenchimento de cadastro e formulário no site da Prefeitura.
 
"O projeto de lei da bilhetagem eletrônica busca formalizar a atividade e tem como objetivo ordenar o Turismo Náutico, através do tratamento justo, isonômico e igualitário ao setor, fomentando a livre iniciativa privada e econômica e a livre escolha do consumidor. Ao todo, foram seis reuniões abertas com representantes de órgãos relacionados aos barqueiros e pescadores, donos de embarcações de turismo ou pesca e demais interessados. O projeto de lei reuniu todas as ideias e opiniões para a formulação de um projeto benéfico para sua maioria", considera ainda a Prefeitura de Arraial do Cabo.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.