Assine Já
terça, 11 de maio de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
15ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
http://www.alerj.rj.gov.br/
Coluna

Panorama

19 abril 2021 - 14h18

CREDIBILIDADE
Pode ser o presidente, o ministro da saúde ou quem quer que seja do governo a prometer qualquer número de doses da vacina contra o coronavírus. A cada momento se fala de muitos milhões a chegar, mas falta credibilidade e sobram exemplos de ações a favor do vírus. A realidade ainda é um sofrido PNI a conta-gotas, lento e cheio de problemas de cobertura.

CPI
Não se pode esperar muito da CPI da Pandemia. Pode ser que um ou outro bode expiatório carregue os pecados. Apesar dos inúmeros e sólidos motivos que justificariam um impeachment mais como medida de salvação humanitária e nacional do que que propriamente política, fato é que entre as excelências não há o mesmo “cenário de construção” que levou Temer ao poder. 

BALAIO DE GATOS
Apesar das manobras diversionistas do Planalto, há que se considerar justo um pente-fino nas verbas federais repassadas aos estados e municípios, bem como o andamento da vacinação. Isso não exime em nada o presidente e sua equipe, mas nos lembra de que tem muito gato espalhado nesse telhado. Não serão poucos os governadores e prefeitos que precisarão dar explicações...

MONSTROS
O assassinato do menino Henry, assim como outros casos como o de Isabella Nardoni, devem objetos do repúdio e implacável justiça. Mas é bom lembrar que a violência chocante não mora apenas nos lares de classe média ou das elites. Em 2020, por exemplo, 12 crianças morreram brutalmente baleadas só no estado do Rio de Janeiro. São as mortes invisibilizadas da periferia, sem culpados, sem mídia, sem campanhas nas mídias sociais, sem empatia. Em nenhuma foi feita justiça...

PEDALADA
E lá vamos nós para o quarto mês do ano e nada de orçamento para o país. O risco de Bolsonaro dar umas belas pedaladas fiscais é cada vez maior. Como não há consenso sobre um modo de remendar os acordos e promessas, já se fala de uma fugidinha oficial do país para o presidente e seu vice. Assim, o presidente da Câmara colocaria seu autógrafo na bomba. Mas nos meandros jurídicos há quem diga que as coisas não são tão simples.

PELO MUNDO
Com uma população de 1,3 bilhões de habitantes, 14 milhões de contaminados e um recorde de 200 mil contaminados/dia, a Índia pode superar o Brasil no cenário de maior propulsor da pandemia. Os EUA já mostram que a Era Biden não será de muitos sorrisos. A Rússia receberá sanções pela sua interferência nas eleições que levaram Trump à Casa Branca. Já para o Brasil um pito sobre a Amazônia. Quer compromissos e explicações claras e nada de tentar levar no bico, como de costume por aqui...Falando nisso o Brasil passou vergonha no parlamento francês. A discussão por lá, em suma, era a cobrança pelo fechamento das fronteiras aos brasileiros. Ao contar para os colegas o caso de amor de Bolsonaro com a Cloroquina, o primeiro-ministro francês arrancou gargalhadas do distinto público.