Assine Já
sábado, 17 de abril de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
Tropical mobile
Coluna

Memorável tempo

29 dezembro 2020 - 18h08

Estamos em contagem regressiva para o término de mais um ciclo, e um filme passa na memória. Chegamos até aqui. Sentimento de gratidão ecoa, ultrapassando os limites da compreensão humana. Essa dádiva denominada vida, que nos é presenteada todas as manhãs, com incontestável e peculiar renovo. Recordar o aniversariante do mês, da semana, certamente é manter acesa a chama do vital, do posterior, do eterno. É ecoar ao universo que entendemos o porvir, com aceitação e certeza de que os verdadeiros presenteados somos nós. 

Anseio que cessem as lágrimas dos olhos, das faces. Anseio que cessem as perdas, as dores, as incertezas quanto ao amanhã. Que o amor ao próximo seja notório e que a humanidade tenha o entendimento de que ninguém surgiu de uma ilha.
Que o sorriso verdadeiro expresse a veste da alma. Que o olhar singelo abrace quem estiver ao nosso redor, próximo, mesmo na lembrança.

Que o Natal seja mais que 24 horas de festejo. Que não sejam necessários mais 365 dias para entendermos o verdadeiro sentido. Teremos este tempo? Dominamos o próximo segundo? Cruzaremos a ponte do porvir?

Sabe, querido (a) leitor (a), o que temos de mais precioso são memórias. Quantas vezes no ano de 2020 você sorriu as lembranças da mais tenra idade? Recordou os passeios permitidos antes da chamada “pandemia”... Sorriu a ausente presença, num instante de recordação. Somos feitos de memórias. As memórias nos aquecem, nos incentivam, nos protegem, nos conduzem. As memórias nos projetam. Recordamos a missão, os passos, as trajetórias. A memória mantém o menino da manjedoura vivo em nós. Não estávamos lá. Não choramos com Suas perdas, ou sorrimos com Suas conquistas. Não compartilhamos as fatias do bolo, e não sabemos se festejavam seus aniversários, mesmo assim, temos as memórias dos seus dias. Seja por histórias contadas, reveladas, encenadas; Seja pelo anseio da eternidade. A essência disso tudo, é que Ele se faz eterno em nós. Busca a cada amanhecer um coração grato. Afirma, em Sua Palavra, que ‘basta ao dia o seu próprio mal.’ 

Acredito que Ele espera o sorriso nosso de cada dia. A gratidão nossa de cada instante. Só assim desfrutaremos da Sua paz que excede todo e qualquer entendimento. Um menino nos foi dado. Uma luz nos foi acesa. Uma esperança nos está sendo semeada. 

Sintam-se, todos, afetuosamente abraçados, e que tenhamos um feliz e grato Natal.