Assine Já
segunda, 18 de outubro de 2021
Região dos Lagos
21ºmax
18ºmin
Coluna

Panorama

07 junho 2021 - 11h03

SALDO
O saldo das manifestações contra o presidente Bolsonaro nas ruas é ambíguo. Por um lado, mostrou que o séquito do presidente não é o dono absoluto das ruas e que a insatisfação é real e consistente. Faz a pressão necessária para que a classe política se mova e isso em um ambiente de CPI, escândalos gravíssimos de corrupção e enfrentamento hostil no campo político. Entretanto, são tempos de pandemia. E promover repetidamente esses atos (ainda que justificáveis) pode se tornar um sério problema de saúde pública e de retórica política também.

ROSA
Inflar Ciro Gomes como nome da oposição para fazer frente ao atual presidente é pura fantasia. Cacifá-lo é até aceitável sob o ponto de vista do jogo, mas forçar a barra de quem hoje está embolado na lanterna com o caldo comum que se apresenta é um pouco demais. Nem oferecendo rosa em horário nobre.

ASTROLOGIA
Só uma conjunção astrológica pode tirar o favoritismo de Lula no próximo ano. E não é novamente apeando a sua candidatura com golpismo grosseiro. O Mercúrio retrógrado dos demais candidatos só passará caso tenhamos o impeachment de Bolsonaro. Porém, Lula precisa de Bolsonaro como candidato. Outra configuração abre espaço para diferentes projetos, já que a sensação de “salvação” do país cairia junto com o mandato do atual presidente. Ah, e Bolsonaro curte a ideia de enfrentar o sapo barbudo.

VERDE
Bolsonaro, ao que tudo indica, vai ingressar com mala, cuia e chave da casa para o Patriota, que, curiosamente, era o antigo PEN, Partido Ecológico Nacional. Com Ricardo Salles no Meio Ambiente, a mudança na sigla foi, digamos, oportuna.

MEME
A turma dos memes que se prepare! Bolsonaro no Patriota irá para as urnas com o 51. O problema é que o país inteiro conhece o número como o rótulo daquela famosíssima cachacinha. E talvez considere uma “boa ideia” quem já aprecia a beberagem, digamos, com mais propriedade...

GLÓRIA
Se de fato Bolsonaro assumir o controle do Patriota, qual será o destino do Cabo Daciolo? O político foi o sexto colocado em 2018 na corrida presidencial.

BOLADA
A Copa América aqui é uma medida inconsequente. Mal conseguimos mapear a entrada de variantes pelos aeroportos. O torneio é longo e mobiliza muito mais logística e pessoas. Pelo jeito os e-mails da Conmebol não caem no spam...

INTUBAÇÃO
Não punir e nomear Pazuello é intubar o Exército sem anestesia? Ou o paciente consentiu com o tratamento? Seja como for, quando o presidente fala com naturalidade em cruzar as quatro linhas constitucionais, não está com as costas frias...