segunda, 04 de março de 2024
segunda, 04 de março de 2024
Cabo Frio
23°C
Park Lagos mobile
Política

Em Cabo Frio, Magdala tem polêmica na largada do governo

Nova secretária de Administração foi ré em ação movida pelo MPF em Campos dos Goytacazes

19 julho 2023 - 21h12Por Redação
Em Cabo Frio, Magdala tem polêmica na largada do governo

Desde terça-feira (18), Cabo Frio tem nova prefeita: Magdala Furtado assumiu o cargo de forma oficial após o falecimento, na segunda-feira (17), do prefeito José Bonifácio. A primeira polêmica não demorou a aparecer.  No mesmo dia em que parte do primeiro escalão foi anunciado, o nome da nova secretária de Administração, Marcilene Barreto Nunes, chamou a atenção.

Em junho de 2008 ela se tornou ré em uma ação movida pelo Ministério Público Federal, por improbidade administrativa. O caso envolvia ainda 17 vereadores de Campos dos Goytacazes (RJ), além de um empresário. Na época, Marcilene era Controladora-Geral no município e tinha poder para autorizar as despesas. Todos foram acusados de se beneficiarem com o superfaturamento de vários contratos, entre eles de shows e emendas orçamentárias.

A notícia chegou a ser veiculada em jornais de grande circulação. O Estado de S. Paulo, por exemplo, informou que o MPF pedia o afastamento dos parlamentares e a devolução de recursos aos cofres da União e do município (algo em torno de R$ 9 milhões, na época), além da indisponibilidade de bens, a perda definitiva de seus cargos públicos e a suspensão temporária dos direitos políticos.

A ação do MPF era uma continuidade das investigações desenvolvidas a partir das operações Probus e Telhado de Vidro, deflagradas em março daquele ano. Segundo o Estadão, o MPF também havia enviado Ministério Público Estadual do Rio uma cópia das duas primeiras ações de improbidade contra o então prefeito de Campos dos Goytacazes, Alexandre Mocaiber, secretários de sua gestão e particulares, para que o então promotor de Justiça, Êvanes Soares Júnior, avaliasse a necessidade de adotar alguma providência.

Atualização: 20/07/2023, às 14h04: Em nota enviada à Folha, a Prefeitura de Cabo Frio informa que a secretária de Administração, Marcilene Barreto Nunes, não possui nenhuma sentença condenatória na Justiça, referente ao caso apresentado. Destaca ainda que a secretária segue exercendo o cargo, de forma técnica, conforme determinação da prefeita, Magdala Furtado.