Assine Já
terça, 27 de outubro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9419 Óbitos: 486
Confirmados Óbitos
Araruama 1914 111
Armação dos Búzios 582 10
Arraial do Cabo 298 15
Cabo Frio 3084 168
Iguaba Grande 826 38
São Pedro da Aldeia 1456 71
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
Tucano

Após pré-candidatura, Silas Bento vê crescer sombra de Paulo Cesar no PSDB

Um ninho pra lá de dividido

01 outubro 2015 - 09h20

RODRIGO BRANCO

Pouco menos de 24 horas após ter sido anunciado, sob os olhares do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), como o pré-candidato dos tucanos à Prefeitura de Cabo Frio no ano que vem, o vice-prefeito Silas Bento vê crescer a possibili­dade de ter que enfrentar em uma possível convenção interna um adversário de peso: o ex-deputa­do federal Paulo César, que acaba de voltar ao partido, vindo do PR.

O nome de Silas foi anunciado pelo presidente estadual do parti­do, deputado federal Otávio Lei­te, em solenidade dos diretórios municipais juntamente com o de outros 53 pré-candidatos para o pelito majoritário daqui a um ano. O que o vice-prefeito não conta­va era com a filiação do médico à legenda na qual comanda o dire­tório cabofriense. À Folha, Silas se disse ‘tranquilo’, mas foi duro ao dizer que houve uma tentativa de ‘golpe’ e que o pré-candidato tucano é ele. Fontes ligadas ao seu grupo dizem que Paulo César tentou intervir na sigla e assumir o seu comando.

– O partido é democrático e tem um estatuto. Você pode se filiar em qualquer lugar do Bra­sil, até pela internet. Paulo César se filiou pela Executiva Estadual para ser candidato a prefeito, mas Cabo Frio já tem pré-candidato a prefeito que é Silas Bento. Caso ele também queira ser, vai ter que disputar a convenção comigo. Não pode é chegar aqui e passar a perna em todo mundo – dispara.

Como já havia afirmado para a edição de ontem, Silas se diz preparado para ser uma alterna­tiva às pré-candidaturas já colo­cadas: a do prefeito Alair Corrêa (PP), dos deputados Marquinho Mendes (PMDB) e Janio Mendes (PDT) e de Walmir Porto (PR).

– Estou credenciado para isso. Chegou a hora do meu grupo – acredita.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quinta-feira (1)