Assine Já
sábado, 11 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3380 Óbitos: 195
Suspeitos: 344 Confirmados: 3380 Óbitos: 195
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1035 63
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
Centro de Convenções

Obras do Centro de Convenções de Cabo Frio começam até o fim do ano

Recurso de R$ 30 milhões precisa de contrapartida de 10% do governo municipal

21 maio 2015 - 16h11
Obras do Centro de Convenções de Cabo Frio começam até o fim do ano

 

Nicia Carvalho

 

            As obras do tão prometido Centro de Convenções de Cabo Frio começam antes do fim do ano. A garantia foi dada pelo secretário estadual de Turismo Nilo Sérgio Félix ao secretário municipal, Dirlei Pereira, ontem durante o Fórum Regional de Fortalecimento do setor no estado, realizado em Búzios. O recurso de R$ 30 milhões, que incluem ainda os centros de Paraty e Nova Friburgo, precisa de contrapartida de 10% da prefeitura local.

– Ele garantiu que a verba está reservada e que vai tentar viabilizar a contrapartida também pelo governo estadual. Foi importante o encontro para termos certeza, para não alimentar um sonho à toa que se arrasta há muito tempo e ninguém acreditava mais que fosse sair do papel – contou Dirlei.

Segundo ele, não existem pendências no terreno onde o centro será construído, no Porto do Carro, na Avenida Wilson Mendes ao lado da Escola Politécnica da UFRJ, e que o governo municipal está em dia com todas as exigências para a construção. Além do centro, o projeto para sinalização turística de Cabo Frio também teve parecer favorável do secretário estadual. Orçado em pouco mais de R$ 3 milhões será viabilizado por meio de recursos do Prodetur.

– Ele (Nilo Félix) me pediu uma semana para verificar com os técnicos quando esse projeto poderá ser iniciado, mas acredito que temos tudo a nosso favor para que isso aconteça junto com o início das obras do Centro de Convenções. O secretário foi muito receptivo às nossas solicitações – opinou, que classificou como “vergonha” a falta de sinalização numa cidade histórica como Cabo Frio, ao contrário da vizinha São Pedro, que há quase dois anos adotou o sistema de padronização nacional para sinalização turística.

No Fórum Regional realizado ontem em Búzios representantes de 13 municípios da Região dos Lagos se reuniram para discutir ações de melhoria do setor na área da Costa do Sol. Além disso, serviu também para apresentação de ideias de fomento para os próximos anos, com vistas a potencializar o turismo regional que para Dirlei tem no Centro de Convenções uma das alternativas para Cabo Frio.

“Turismo é alternativa para redenção econômica da cidade”

De acordo com Dirlei, o encontro com o secretário estadual também serviu para posicionar o turismo de Cabo Frio como “alternativa para redenção econômica da cidade”. Segundo ele, a meta do secretário é a “interiorização” dos investimentos, com cerca de 80% a 90% dos recursos da pasta voltados para as cidades do interior.

– Precisamos do apoio estadual para investir num turismo que gere riquezas e empregos de forma a aquecer a economia da cidade e diminuir dependência dos royalties  – ponderou.

Atualmente, Cabo Frio está na lista das 100 cidades consideradas indutoras do turismo.