Assine Já
sábado, 23 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
FECHADO PARA COLETA

Cabo Frio promete pagar parte de dívida com Hemolagos na segunda-feira

Também inadimplentes, Arraial e Saquarema não deram data para regularizar repasses; enquanto isso, coleta segue interrompida

31 julho 2020 - 17h47Por Rodrigo Branco

A Secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio prometeu pagar até a próxima segunda-feira (3) uma parte da dívida que tem com o Hemolagos, único banco de sangue da região e que atende a nove municípios da Baixada Litorânea. A inadimplência de Cabo Frio e dos municípios de Arraial do Cabo e de Saquarema impediu a compra de bolsas de coleta e, desta forma, o serviço está paralisado desde quinta-feira (30).

O governo de Cabo Frio justificou a falta dos repasses pelo fato de o município atravessar ‘grave crise financeira’; mas disse que vai autorizar a quitação de uma das três parcelas que estão em atraso, no começo da próxima semana. A Secretaria de Saúde afirmou ainda que ‘fará o possível’ para pagar outras parcelas até 31 de agosto.

Por ter a maior população, proporcionalmente, Cabo Frio é o maior contribuinte para o funcionamento do Hemolados, mas, de acordo com o diretor da unidade, Marcelo Paiva Paes, o município está inadimplente com o banco de sangue há mais de três anos e a dívida ultrapassaria os R$ 700 mil. Segundo Paiva Paes, no último mês, nem mesmo a verba do SUS, enviada pelo Ministério da Saúde por meio de uma conta de Cabo Frio, foi repassada, porém, a Prefeitura garantiu que este pagamento está em dia.

Se Cabo Frio estipulou prazos para acabar com o débito junto ao Hemolagos, as prefeituras de Arraial do Cabo e Saquarema foram vagos nas promessas. O município cabista informou que a previsão é de que, a partir deste mês, os repasses para o banco de sangue sejam normalizados. Por sua vez, a Prefeitura de Saquarema não estipulou qualquer prazo e se limitou a dizer que ‘está tomando medidas e providências para resolver o problema o mais rápido possível’.

Enquanto a questão financeira não é solucionada, a unidade segue fechada para fazer coleta de sangue, embora o fornecimento das bolsas armazenadas no estoque esteja normal. A expectativa da direção é que a unidade seja reaberta já na segunda-feira (3).

Nesta sexta-feira (31), em outra frente para tentar normalizar o funcionamento do Hemolagos, o deputado estadual Serginho Azevedo (Republicanos) informou que fez um pedido junto ao Governo do Estado para que o Hemorio forneça bolsas para o banco de sangue da Região dos Lagos.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.