Assine Já
segunda, 06 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
cabo frio quatrocentão

Ano de festa pode virar mês dos 400

A pouco mais de seis meses do quarto centenário, propostas ainda não deslancharam

20 maio 2015 - 09h20
Ano de festa pode virar mês dos 400

Cabo Frio poderá ganhar os presentes que marcarão os quatro séculos de vida da cidade somente na data de seu aniversário. Como de praxe ultimamente, a crise econômica, neste caso, também é a principal responsável pelo adiamento das propostas que marcariam o quarto centenário do município. De acordo com o ex-secretário de Cultura e integrante da Comissão dos 400 anos José Facury Heluy, os membros aguardam a resposta do prefeito Alair Corrêa, que deu até o dia 5 de junho como prazo para a resposta dos projetos a serem executados.

Facury acredita que as ações sejam realizadas somente a partir do dia 13 de novembro por causa da falta de recursos que o governo enfrenta com a perda de repasse dos royalties de petróleo.

O Forte São Matheus será, com certeza, diz o ex-secretário, um dos projetos que serão restaurados, provavelmente com recursos provenientes da Secretaria Estadual de Cultura.

– A Festa dos Povos Tradicionais, o desfile cívico, os filmes históricos e o Prêmio Quatrocentão deverão ser mantidos, dentro dos investimentos dos R$ 700 mil. O valor do prêmio deverá ser de R$ 300 mil – pre viu Facury.

A desapropriação da estação de trem que seria transformada em um Centro da Memória e Histórico, a partir da desapropriação da antiga estação ferroviária da cidade, na Avenida Wilson Mendes, no Jacaré, também foi encaminhada ao prefeito. No projeto, a estação se tornará um centro cultural com oficinas, pequenos teatros para palestras e atividades que favoreçam a inclusão social das comunidades ao seu redor. Está previsto ainda a reestruturação da Fazenda Campos Novos, a biblioteca e a Fonte do Itajuru. Outra ação é o edital de prêmios Cabo Frio Quatrocentão (acervo de música, dança, teatro) no valor de R$ 700 mil reais. A encenação ou minissérie de filme sobre a fundação da cidade no Canto do Forte e a Festa dos Povos Tradicionais, além do Viradão Cultural - 24 horas ininterruptas de várias atrações artísticas da cidade ocorrendo simultaneamente em diversos pontos do município - e do anúncio dos vencedores do prêmio “Cabo Frio Quatrocentão” aguardam a análise do prefeito.

PROEDI - O Programa de Editais da Secretaria de Cultura destinado a financiar e capacitar o setor cultural a captar verbas para a produção de seus eventos ainda não teve seu edital lançado. O valor do investimento é de R$ 600 mil, cujo o valor é uma projeção do orçamento. Em recente entrevista no Programa ‘Folha ao Vivo’, na Rádio Cabo Frio, o ex-secretário afirmou que em outubro do ano passado acreditava que ocorreria problema de recursos, apesar de o programa já estar em processo de escolha. Facury disse que irá lutar para que seja, já que é lei e tem que ser pago.