Assine Já
domingo, 05 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53720 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15618 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
NAS REDES SOCIAIS

Adriano publica resultado de exames, mas contraria datas divulgadas em nota oficial

Divulgação acontece após críticas recebidas por causa de 'saidinha' para compras no sábado (25)

29 abril 2020 - 15h48Por Redação

O prefeito de Cabo Frio Adriano Moreno (DEM) divulgou nas redes sociais, no começo da tarde desta quarta-feira (29), o resultado de exames feitos em laboratório particular para comprovar a infecção pela Covid-19. O prefeito foi questionado após a divulgação de uma foto em que aparece fazendo compras em um supermercado no Braga, no último sábado (25), menos de uma semana após a divulgação de que havia sido infectado pela doença.

Na postagem, Adriano afirma que os primeiros sintomas surgiram no último dia 4, quando passou a ter lesões na pele, leve estado febril e perda de apetite. O prefeito observou que, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, as primeiras manifestações da doença se dão entre o quarto e quinto dias de contaminação. No entanto, no dia 7, ele relata que um primeiro exame para a doença deu negativo.

Como os sintomas se agravaram, com vermelhidão, febre e indisposição, um médico foi chamado e o prefeito disse que optou por se afastar das atividades presenciais e, no dia 9, fez novo teste para Covid-19 e também para dengue e chikungunya. A hipótese de estar com alguma das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti foi afastada, segundo ele, mas a infecção pelo novo coronavírus foi confirmada no dia 13. Nesse meio tempo, no dia 10, Adriano participou da inauguração do Hospital de Campanha Unilagos, onde houve focos de aglomeração.

Um teste rápido para confirmar o diagnóstico, ele prossegue, foi feito na Unidade de Pronto Atendimento do Parque Burle e o caso passou a ser contabilizado pelo Governo do Estado. De acordo com Adriano, foi o último teste realizado até o último sábado (25), dia do flagrante de compras, também na UPA, quando o resultado deu negativo. Por essa razão, o prefeito alega que a fase da transmissibilidade da doença já havia passado, que segundo o Ministério da Saúde é de cinco a sete dias após o início dos sintomas.

O relato do prefeito, contudo, contraria a nota oficial da Prefeitura de Cabo Frio publicada no último dia 20. O texto afirma que o prefeito havia tido diagnóstico positivo da doença apenas naquela data e que estava afastado das atividades desde o dia 15 (oito dias após o relatado pelo prefeito na publicação), sem relatos de sintomas anteriores a essa data. Também foi veiculado pelos canais oficiais da Prefeitura que Adriano havia apresentado apenas sintomas leves, como febre e coriza. Portanto, no último sábado (25), o prefeito ainda estaria dentro do período de duas semanas estipulado como quarentena obrigatória para quem está infectado pela doença.

A ‘saidinha’ do prefeito repercutiu negativamente e gerou críticas nas redes sociais. A seção de Cabo Frio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) chegou a divulgar nota pública questionando a atitude e afirmando ser “prudente” a divulgação do laudo dos exames. Profissionais de Saúde também advertem sobre a possibilidade de testes rápidos darem ‘falso negativo’ ou ‘falso positivo’.

Veja abaixo o texto da nota oficial da Prefeitura divulgada no último dia 20:

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.