terça, 18 de junho de 2024
terça, 18 de junho de 2024
Cabo Frio
21°C
Park lagos
Park Lagos 2
CABO FRIO

Moradores do Peró temem que reabertura da Praia das Conchas gere riscos à "casa do Tufão"

Segundo eles, estacionamento foi reaberto pela prefeitura neste feriadão "sem enenhum critério"

31 maio 2024 - 14h38Por Redação
Moradores do Peró temem que reabertura da Praia das Conchas gere riscos à "casa do Tufão"

A Casa do Tufão, cenário da novela Avenida Brasil, exibida pela Rede Globo em 2012, e de outras produções da TV e do cinema, está sob risco. Com a reabertura da Praia das Conchas ao público nesta quinta-feira, a Cabana do Pescador, tombada pelo município e pelo Estado do Rio, corre risco de invasão e depredação porque o restaurante que funcionava no local foi fechado por recomendação do Ministério Público Federal (MPF). Vidros das janelas do casario, entre as praias das Conchas e do Peró, já foram quebrados.
 
O acesso à Praia das Conchas, segundo os moradores, foi feito sem controle de estacionamento, e aberto na tarde do feriado de Corpus Christi pela Prefeitura de Cabo Frio após a retirada do entulho dos quiosques demolidos por determinação da Justiça Federal. É o resultado de um imbróglio judicial de mais de 20 anos a partir de uma ação movida pelo MPF porque os imóveis ocupavam terreno de marinha sem autorização da Secretaria do Patrimônio da União. A Cabana do Pescador, construída em 1940, está na mesma situação, mas não será demolida porque é um bem tombado. Dois quiosques ainda continuam de pé porque as ações referentes a estes imóveis ainda não transitaram em julgado em Brasília.

A Cabana do Pescador será o ponto de concentração, neste sábado (1), dos trilheiros que vão participar da abertura da Semana do Meio Ambiente organizada pela coordenação da Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil. Eles vão percorrer as trilhas do Morro do Vigia. Na ocasião, os ambientalistas vão pedir ao Ministério Público (federal e estadual) que cobre da União, do Estado e do Município um projeto para preservar a Cabana do Pescador, que fica na área do Parque Estadual da Costa do Sol (PECS), sob gestão do Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

- Toda a comunidade do Peró e da Ogiva está preocupada com a falta de projetos para ordenamento do trânsito e do comércio na praia, além da proteção à Cabana do Pescador, após as medidas determinadas pela Justiça e recomendadas pelo MPF. Tememos a o de outrora no trânsito e nos estacionamentos, com a volta dos flanelinhas, e com o futuro da Cabana do Pescador, que é um dos atrativos turísticos mais visitados e fotografados da Costa do Sol - disse Roberto Saci, morador e hoteleiro no Peró há mais de 30 anos.

Segundo a Secretaria do Meio Ambiente de Cabo Frio, as atividades comerciais na Praia das Conchas estão paralisadas na Praia das Conchas por recomendação do MPF. Os comerciantes que exploravam o restaurante na Cabana do Pescador retiraram as placas e todo o material que havia lá nas áreas interna e externa. O casario fica no início da trilha do Morro do Vigia, com vistas privilegiada para as duas praias, sendo que a do Peró possui a Bandeira Azul, selo internacional de qualidade ambiental. O comércio fixo na areia da Praia do Peró, inclusive o aluguel de mesas, também está proibido, mas os ambulantes com barracas fixas voltaram a ocupar espaços na areia com comercialização de produtos perecíveis.

A Cabana do Pescador foi, em 2017, o refúgio da protagonista Isis Valverde, na novela 'Força do Querer'. O casario foi originalmente criado para ser um abrigo para pescadores. Em 1950, passou a funcionar como restaurante para atender aos banhistas. 

- A Costa do Sol é uma grande Região Turística do Brasil, temos a idade de nosso País, portanto temos cultura, religiosidade e tradições antigas, de uma época que não existiam regulamentos e Leis que impedissem esta ou aquela manifestação cultural, além de construções que foram feitas sem as regras da atualidade. A imagem da Cabana já percorreu o mundo de outrora e continua no imaginário das pessoas que visitam as Praias das Conchas e do Peró.  O CONDETUR da Costa do Sol fica na torcida para que os poderes reguladores e fiscalizadores tenham sabedoria e saibam agir neste momento evitando a perda de nossa rica história – concluiu o presidente do Conselho do Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur), Marco Navega.