Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
MÁXIMO É 40%

Hoteleiros de Cabo Frio preveem 30% de ocupação no feriado

Alguns hotéis e pousadas adotam promoções com o objetivo de atrair o público

02 setembro 2020 - 16h42Por Julian Viana

Faltando menos de uma semana para o feriadão da Independência, a Associação de Hotéis da cidade de Cabo Frio está com a expectativa de chegar a 30% de ocupação na média geral. Isso porque a Prefeitura reafirmou que seguirá a recomendação do Ministério Público Estadual e não fará novas flexibilizações nas atividades econômicas. Com a decisão da Prefeitura, enviada através de um ofício na última sexta-feira (28), o pedido feito pela associação, para que fosse liberada a entrada de ônibus de excursão já agendados para o feriado da Independência, não foi atendido.

– Com a proibição de acesso de ônibus de excursão, alguns hotéis ficaram sem nenhuma reserva, abrindo somente agora as vendas – lamenta o presidente da Associação de Hotéis, Carlos Cunha.

Patrícia Cardinot, presidente da Associação Comercial, Industrial e Turística de Cabo Frio (Acia), disse que a expectativa para o feriado da Independência é positiva e vem acompanhada com certa insegurança.

– Com o cancelamento das entradas de ônibus e vans na cidade, o fluxo de pessoas circulando será menor. Com isso, o comércio vai sentir certa dificuldade. Como o acesso às praias ainda não está permitido, estamos com uma perspectiva positiva e ao mesmo tempo nos sentimos inseguros – conta Patrícia.

Sadraque Cunha, proprietário da Pousada De La Torre, na Ogiva, conta que as expectativas ficaram baixas depois da decisão tomada pela Prefeitura.

– A pousada já estava lotada (40% de ocupação permitida pelo decreto municipal), mas os ônibus de turismo foram cancelados. Tivemos que devolver o dinheiro. Agora, estamos trabalhando com uma promoção com o intuito de preencher as vagas que estão abertas. Entendo também que estamos passando por um momento atípico e que logo isso tudo vai passar – conta Sadraque.

Em sua pousada, a promoção consiste em três cafés; um jantar com churrasco e música ao vivo e um almoço por R$ 600 por casal.

Proprietário de duas pousadas em Cabo Frio, Laguna Beach (Praia do Forte) e Laguna (Peró), Afonso Abreu conta que todas as medidas recomendadas estão sendo obedecidas. O empresário também espera que as praias sejam abertas o mais rápido possível.

 – Só estamos podendo trabalhar com 40% da ocupação, e no decreto municipal, as praias continuam fechadas. Já nos preparamos dentro de todas as medidas de segurança, e todos os nossos colaboradores foram treinados por especialistas para lidar com a limpeza do estabelecimento. Nos preparamos para atender nossos hóspedes com conforto, segurança e qualidade – afirma Afonso.

Para atrair o publico e alcançar a ocupação dos 40%, o empresário também tem adotado promoções em seu estabelecimento.

– Estamos fechando pacotes com praticamente o mesmo preço da diária normal, em pleno feriadão – desabafa.

 Para Lecimere Thomaz, gerente geral do Malibu Palace Hotel, a expectativa é positiva porque “durante os fins de semana normais – sem feriado – o estabelecimento tem conseguido alcançar uma média dos 35% de ocupação”

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.