Assine Já
terça, 11 de agosto de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
15ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 5034 Óbitos: 292
Confirmados Óbitos
Araruama 838 59
Armação dos Búzios 372 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1673 97
Iguaba Grande 393 25
São Pedro da Aldeia 759 39
Saquarema 879 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
NA SEGUNDA SEMANA DE AGOSTO

Gabinete de Crise vai analisar volta de ônibus de excursão e música ao vivo em Cabo Frio

Empresários também pedem à Prefeitura liberação de piscinas em hotéis e de passeios de barco

22 julho 2020 - 20h18Por Rodrigo Branco

O Gabinete de Crise montado pela Prefeitura de Cabo Frio vai analisar uma lista com quatro reivindicações de empresários do setor de hotelaria e de bares e restaurantes, apresentada durante a segunda reunião da série ‘Diálogos com a Secretaria de Turismo’, realizada nesta quarta-feira (22). Entre os pedidos do segmento turístico, estão a liberação da entrada de ônibus de excursão, restrita a 50% das vagas do Terminal Rodoviário, e a permissão de uso das piscinas dos hotéis. Ambos os itens já haviam sido solicitados à Prefeitura pela Associação de Hotéis, na semana passada.

Veja quais hotéis já estão funcionando em Cabo Frio

O empresariado também requisitou do poder público a liberação da música ao vivo, do tipo voz e violão, além da ampliação do horário de atendimento nós bares e restaurantes em dias específicos. Por fim, o trade solicita a liberação dos passeios de barco conforme protocolo já estabelecido. Segundo a Folha apurou, ainda não há data para que o Gabinete de Crise analise as reivindicações. Caso a decisão seja favorável, as medidas têm previsão de início na segunda semana de agosto.

– Tem que ficar claro que não é qualquer ônibus de excursão, não. São ônibus de agências, que seguem protocolo de segurança, que vêm para Cabo Frio para se hospedar exclusivamente nos hotéis, que também seguem protocolo de segurança. Então estamos trabalhando tudo dentro da maior responsabilidade possível para evitar trazer pessoas infectadas ou que propaguem o vírus na nossa cidade – comentou o presidente da Associação de Hotéis, Carlos Cunha, à Folha na última sexta-feira (17).

O setor de Turismo foi um dos últimos a ter as atividades retomadas em Cabo Frio, na última quarta-feira (15). Entretanto, os hotéis, pousadas e outros meios de hospedagem tem permissão para ocupar somente 40% dos leitos. Além disso, foi liberada a entrada de carros de passeio com turistas nas barreiras sanitárias da cidade.

Município segue estabilizado na zona laranja

Segundo informações apuradas pela reportagem junto ao Gabinete de Crise, nesta quarta-feira (22), o município está com Índice de Controle Geral (IGC) de 56,9, dentro de uma escala de zero a 100, com relação à evolução do novo coronavírus. O número, que leva em conta a evolução no número de casos e mortes por Covid-19 e a oferta de leitos na rede pública, mantém Cabo Frio na zona laranja, de risco intermediário, de acordo com avaliação do Gabinete de Crise.

Há cerca de duas semanas, o IGC chegou a bater 82 pontos, o segundo maior índice desde que a metodologia foi implantada. Contudo, desde então, houve uma queda de 30% e a estabilização, que já dura dez dias.

Nesta quarta, Cabo Frio está com 71,4% de ocupação dos leitos de UTI (25 ocupados de 35 ativos) e de 61,7% de leitos convencionais (66 ocupados de 107 ativos).

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.