Assine Já
sexta, 25 de setembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8032 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1614 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 241 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1309 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
vereador

Vereador Luis Geraldo é favorito para eleição à presidente da Câmara

Expectativa é que parlamentar tenha 10 votos dos 17 da Casa nesta quinta (28)

28 setembro 2017 - 10h43Por Rodrigo Branco
Vereador Luis Geraldo é favorito para eleição à presidente da Câmara

O atual primeiro-secretário da Câmara de Cabo Frio, Luis Geraldo Simas (PRB), é o franco favorito para ganhar a eleição para presidência da Casa, prevista para acontecer hoje. O pleito foi antecipado, mas o vencedor só assumirá para o segundo biênio (2019-2020). O experiente vereador, que cumpre o quarto mandato legislativo, é o nome apoiado pelo prefeito Marquinho Mendes (PMDB) na disputa. Nos bastidores, a estimativa é que ele tenha, no mínimo, 10 dos 17 votos possíveis. 

Contudo, há duas semanas, o cenário era bem diferente. Desde então, em silêncio, o governo partiu para ofensiva e conseguiu esfacelar o grupo de oito vereadores da base que estavam insatisfeitos, o chamado ‘G8’. Conforme a reportagem conseguiu apurar junto a fontes do governo, três deles – Alexandra Codeço (PRB), Letícia Jotta (PSC) e Adeir Novaes (PRB) – mudaram de lado e fecharam apoio a Luis Geraldo. Outros três – Jefferson Vidal (PSC), Waguinho (PPS) e Blau Blau (PSC) – continuam indecisos. Os governistas acreditam em um teto de até 13 votos, mas o placar ainda é incerto. De todo modo, o líder do bloco, Miguel Alencar (PPS), mostrou confiança na vitória.

– Acho que vai sair como o planejado. A maioria entendeu que o nome mais preparado e experiente é o de Luis Geraldo. Claro que só vamos ter a confirmação amanhã (hoje). Mas as coisas estão bem consolidadas – afirma Miguel.

Caso Luis Geraldo vença, presidirá a Casa pela segunda vez. Ele já esteve à frente da Mesa Diretora entre 2007 e 2008. Escaldado, o parlamentar prefere manter a cautela e não cantar vitória antes do tempo. 

– A gente vem trabalhando há um tempo. A eleição se define mais próximo da votação. É a oitava vez que eu participo. Estamos tentando conquistar a confiança de alguns companheiros. Eleição de Câmara só se define depois que os votos são contados. Já tivemos algumas surpresas. Respeito muito a todos, mas estou bem confiante – diz Luis Geraldo.

É exatamente o ‘fator surpresa’ que ainda mantém algum ânimo no vereador Ricardo Martins (Solidariedade), candidato do antigo ‘G8’, agora praticamente reduzido a ‘G2’. Edilan do Celular (PRP) é o único que se mantém com Ricardo no grupo original. 

– A esperança é a última que morre, mas é uma missão quase impossível – diz, um resignado Ricardo, mas sem retirar a candidatura.
 

* Confira matéria completa na edição impressa da Folha dos Lagos desta quinta-feira (28).