Assine Já
segunda, 26 de outubro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9419 Óbitos: 486
Confirmados Óbitos
Araruama 1914 111
Armação dos Búzios 582 10
Arraial do Cabo 298 15
Cabo Frio 3084 168
Iguaba Grande 826 38
São Pedro da Aldeia 1456 71
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
ELEIÇÕES 2020

Valdir Virgens: "Maior legado que eu quero deixar é uma boa administração"

Candidato do Avante é o primeiro de Búzios a ser entrevistado para a série da Folha

16 outubro 2020 - 15h02Por Rodrigo Cabral e Rodrigo Branco

Assim como tem feito nos outros municípios da região, a Folha dos Lagos começa a entrevistar os candidatos a prefeito de Búzios. O primeiro é o advogado Valdir Virgens Pereira, de 54 anos. Valdir concorre pela primeira vez no balneário, mas disputa eleições desde 2006 na capital, onde foi eleito como suplente em 2016. Sua companheira de chapa é a comerciante Meire Braga Santos Barbosa, de 37 anos.

Folha dos Lagos – Por que deseja ser prefeito? Qual legado quer deixar para a cidade?

Valdir Virgens – Eu, como cidadão, não suporto mais ver tantos desgovernos em Armação de Buzios. Escândalos, falta de respeito com o dinheiro público, o descaso com a cidade, com o Meio Ambiente, com os munícipes e a com as perdas das oportunidades oferecidas para a cidade. O maior legado que desejo deixar para cidade será uma boa administração e o aumento da arrecadação, saindo dos R$ 300 milhões para os R$ 500 milhões.

Folha – Como retomar o desenvolvimento, gerando emprego e renda, após um cenário de pandemia?

Valdir – Pretendemos cortar os desperdícios, valorizando o dinheiro público. É preciso administrar bem a município para sobrar dinheiro e com isso retomarmos o poder de investimento da Cidade. Temos uma arrecadação própria e uma renda per capita boa. Búzios é fácil de ser administrado; é só acabar com a corrupção e pensar mais na população.

Folha – Os municípios da região tiveram índice baixo no Ideb. Como mudar esse cenário e quais seus planos para a Educação?

Valdir – Precisamos investir mais na tecnologia. Essa pandemia mostrou a nossa fragilidade nessa área. Nossos alunos ficaram todo ano letivo sem aulas, sem acesso à escola e ao professor; sem acesso ao conhecimento. Outro fator importantíssimo será a valorização do professor. É o profissional que carrega o peso da responsabilidade de enfrentar o dia a dia do compromisso de ensinar. Criaremos o cargo do professor de apoio para as crianças especiais da cidade e procuraremos buscar qualidades nos serviços oferecidos aos alunos: transporte, merenda e outros.

Folha – Quais suas principais propostas para a Saúde?

Valdir – Vamos cuidar da saúde do buziano. Buscaremos fazer um trabalho de saúde preventiva. Criaremos três centros de terapias alternativas, onde ofereceremos aulas de Yoga, Massoterapia, Pilates, Acupuntura e outros. Vamos fazer um Centro de Imagens na Cidade e construiremos um novo hospital no bairro da Rasa.

Folha – Quais as principais políticas que serão adotadas para o Turismo?

Valdir – Para aperfeiçoar a indústria do Turismo precisamos investir mais em outras áreas importantes da cidade, como a Mobilidade Urbana, o Transporte, a Segurança, e o Meio Ambiente. Investir mais em eventos, como a criação da Festa Municipal do Quilombola, feiras periurbanas e típicas, assim como desburocratizar o acesso dos pousadeiros aos serviços da Prefeitura.

Folha – O que o candidato pensa em relação a políticas afirmativas para mulheres, negros e LGBTs?

Valdir – Vou Criar a primeira Secretaria do Quilombola no município. Vou trazer para o Poder Executivo a política das minorias da Cidade, LGBTs e Direitos das Mulheres.

Folha – Quais suas principais propostas para o Esporte?

Valdir – Construiremos o Centro Olímpico Municipal de Búzios, que será criado com a parceria da iniciativa privada. Traremos vários eventos para o calendário esportivo da cidade, aumentaremos o Turismo, e com isso vamos incentivar o interesse pelo esporte na cidade. 

Folha – Quais suas principais propostas para a Cultura?

Valdir – Construiremos o Museu do Quilombola, com instalações de um Teatro e incentivaremos aulas de teatro nas escolas.

Folha – Quais os projetos do candidato para qualificar e ampliar a atuação da Guarda Municipal na Segurança Pública?

Valdir – Vamos aumentar o efetivo da Guarda municipal, para ajudar na segurança ostensiva e monitorar bem as entradas da cidade.

Folha – Quais as prioridades em relação à infraestrutura da cidade?

Valdir – Criaremos a Secretaria de Defesa do Consumidor para melhorar os serviços, aumentando o poder de fiscalização, no abastecimento de água, saneamento básico, luz e internet. Vamos cobrar o cumprimento dos contratos das empresas prestadoras dos serviços, melhorar os serviços da Prefeitura, como a limpeza, iluminação pública e outros.

Folha – Quais as principais políticas que serão adotadas em relação ao Meio Ambiente? 

Valdir – Vamos investir no saneamento básico, buscar os 100% do esgoto tratado, e aumentar fiscalização nos desmatamentos e nas ocupações irregulares. Também vamos criar a Casa do Saruê para cuidar da nossa fauna.

Folha – De que maneira o município pode ser mais independente dos repasses dos royalties? Como enxerga um cenário caso o regime de partilha dos royalties seja alterado no STF?

Valdir – Investindo mais na Cultura, no Meio Ambiente, despoluindo nossas praias. Aumentando também o Turismo Ecológico, investindo na qualidade de vida, e fazendo do município uma referência nacional em saúde preventiva através das terapias alternativas.

(*) O entrevistado deste sábado (17) será o candidato Tolentino Reis, do Podemos.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.