sexta, 01 de março de 2024
sexta, 01 de março de 2024
Cabo Frio
26°C
Park Lagos mobile
Política

Vai e vem de André Granado irrita moradores de Búzios

Instabilidade gera insatisfação com fragilidade jurídica do prefeito

29 março 2019 - 09h49
Vai e vem de André Granado irrita moradores de Búzios

ALEXANDRE FILHO

Entre idas e vindas, o Prefeito de Búzios, André Granado, já foi destronado do posto de chefe do executivo por cinco vezes devido a um processo contra ele por improbidade administrativa. Como ainda não foi notificado da última condenação, até o fechamento desta edição André continuava no cargo. Enquanto isso, um sentimento prevalece entre os moradores do balneário: o cansaço com o cenário de instabilidade política, que se reflete no dia a dia da cidade e traz problemas para o turismo e para os comerciantes.

Eduardo Almeida, 45 anos, que trabalha dando apoio a agências de viagens, é um desses cidadãos que não aguentam mais o  vai e vem no comando.    
– Nunca é positiva essa questão de não saber quem fica, entra ou se está saindo do governo. A cidade precisa de um administrador, então essa situação gera uma insegurança política na cidade, principalmente nos comerciantes e em quem trabalha com o turismo também – disse. 

O vendedor Alexsander Schulz, de 53 anos, é outro que compartilha da mesma opinião. 

– Tudo isso afeta a vida de todo mundo, porque se você se compromete a administrar uma cidade, e acaba não administrando direito por fatores externos, afeta a vida de todos os setores, como turismo, comércio, o ordenamento da cidade, tudo. Atualmente, os moradores nunca sabem quando o prefeito está ou não atuando. Como médico, ele é excelente, mas como prefeito de Búzios está deixando a desejar do início ao fim – declarou.  

Os discursos ganharam eco nas palavras de outros cidadãos que trabalhavam e passeavam pelas ruas do Centro da cidade, ontem de manhã. 

– Na minha opinião, é uma lástima essas idas e vindas do prefeito, porque acaba deixando Búzios abandonada. O prefeito precisa ficar mais próximo da população e eu não vejo isso. Creio que seja por conta dessa situação complicada que ele vive. O ideal seria que Búzios tivesse alguém que não abandonasse o comando da cidade por conta de decisões judiciais – disse o garçom Jonatan Henrique, de 23 anos.      

O atendente de turismo Jairo Pereira, 44 anos, mora há 28 anos no balneário e é incisivo: a situação desgastou a imagem de André e fez o prefeito perder a credibilidade.                              

– Os moradores estão inconformados com tudo isso, toda essa confusão. O prefeito André já perdeu bastante a credibilidade com a população por conta disso – afirmou.  

Com a situação nas mãos da Justiça atualmente, muita gente especula qual seria a melhor solução para o imbróglio. Para o vendedor Cassius Felipe Ribeiro, 28 anos, o ideal seria o vice-prefeito, Henrique Gomes, assumir e dar prosseguimento a um trabalho sem interrupções.    

– Para mim, o melhor a se fazer seria o vice assumir e tentar dar prosseguimento a um trabalho sem interrupções. Porque André está há seis anos no poder e eu não vi melhora nenhuma, principalmente por conta dessa situação com a Justiça. 

Em contrapartida, há quem também afirme que a melhor solução seria manter André no poder até o fim de seu mandato. O comerciante Renato César Barbosa, de 54 anos, é morador da cidade há três décadas e defende a tese baseado no fato de que, segundo ele, a manutenção da situação e da incerteza política irá gerar maior dano à cidade do que manter André no cargo.                                                                                                

– O prefeito André foi eleito pelo povo, e agora estão acontecendo certas coisas que fazem com que o povo não esteja satisfeito, como esse vai e volta dele no poder. Porém, só a Justiça pode determinar se ele deve ou não permanecer como prefeito. Por mim, é melhor deixar ele trabalhar, fazê-lo cumprir o mandato e, quando chegar no final, até mesmo pela imagem dele já estar desgastada, o povo coloca outro no lugar. O que não dá é ficar com esse vai e vem, essa incerteza, porque isso só vai prejudicar ainda mais a cidade e a vida dos moradores.

O recepcionista Carlos Eduardo de Faria Loureiro, 38 anos, morado do balneário há 20 anos, segue na mesma linha:

– Ele está fazendo muito pela cidade, inclusive coisas que outros que passaram pela prefeitura não fizeram.
Pedro Vinícius, 20, balconista, pensa o oposto:

– O ideal seria que outra pessoa assumir em seu lugar para tentar dar um jeito em Búzios. Porque esse vai e vem do prefeito é improdutivo para a cidade como um todo. Nós vemos obras atrasando ou não sendo cumpridas. É necessário venha o vice ou alguém comandando a cidade, senão Búzios vira uma bagunça – afirmou.

Já o vendedor José Costa Neto, 30 anos, diz que se arrependeu do voto.

– André teve meu voto, mas hoje em dia não teria mais. No governo dele, por conta desse vai e vem, fica tudo muito confuso. É complicado. A população de Búzios está cansada, e não vê a hora de chegar a próxima eleição para ver se entra outro político que pelo menos permaneça no governo, sem toda hora precisar entrar na Justiça.