Assine Já
sábado, 23 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Política

Vai e vem de André Granado irrita moradores de Búzios

Instabilidade gera insatisfação com fragilidade jurídica do prefeito

29 março 2019 - 09h49
Vai e vem de André Granado irrita moradores de Búzios

ALEXANDRE FILHO

Entre idas e vindas, o Prefeito de Búzios, André Granado, já foi destronado do posto de chefe do executivo por cinco vezes devido a um processo contra ele por improbidade administrativa. Como ainda não foi notificado da última condenação, até o fechamento desta edição André continuava no cargo. Enquanto isso, um sentimento prevalece entre os moradores do balneário: o cansaço com o cenário de instabilidade política, que se reflete no dia a dia da cidade e traz problemas para o turismo e para os comerciantes.

Eduardo Almeida, 45 anos, que trabalha dando apoio a agências de viagens, é um desses cidadãos que não aguentam mais o  vai e vem no comando.    
– Nunca é positiva essa questão de não saber quem fica, entra ou se está saindo do governo. A cidade precisa de um administrador, então essa situação gera uma insegurança política na cidade, principalmente nos comerciantes e em quem trabalha com o turismo também – disse. 

O vendedor Alexsander Schulz, de 53 anos, é outro que compartilha da mesma opinião. 

– Tudo isso afeta a vida de todo mundo, porque se você se compromete a administrar uma cidade, e acaba não administrando direito por fatores externos, afeta a vida de todos os setores, como turismo, comércio, o ordenamento da cidade, tudo. Atualmente, os moradores nunca sabem quando o prefeito está ou não atuando. Como médico, ele é excelente, mas como prefeito de Búzios está deixando a desejar do início ao fim – declarou.  

Os discursos ganharam eco nas palavras de outros cidadãos que trabalhavam e passeavam pelas ruas do Centro da cidade, ontem de manhã. 

– Na minha opinião, é uma lástima essas idas e vindas do prefeito, porque acaba deixando Búzios abandonada. O prefeito precisa ficar mais próximo da população e eu não vejo isso. Creio que seja por conta dessa situação complicada que ele vive. O ideal seria que Búzios tivesse alguém que não abandonasse o comando da cidade por conta de decisões judiciais – disse o garçom Jonatan Henrique, de 23 anos.      

O atendente de turismo Jairo Pereira, 44 anos, mora há 28 anos no balneário e é incisivo: a situação desgastou a imagem de André e fez o prefeito perder a credibilidade.                              

– Os moradores estão inconformados com tudo isso, toda essa confusão. O prefeito André já perdeu bastante a credibilidade com a população por conta disso – afirmou.  

Com a situação nas mãos da Justiça atualmente, muita gente especula qual seria a melhor solução para o imbróglio. Para o vendedor Cassius Felipe Ribeiro, 28 anos, o ideal seria o vice-prefeito, Henrique Gomes, assumir e dar prosseguimento a um trabalho sem interrupções.    

– Para mim, o melhor a se fazer seria o vice assumir e tentar dar prosseguimento a um trabalho sem interrupções. Porque André está há seis anos no poder e eu não vi melhora nenhuma, principalmente por conta dessa situação com a Justiça. 

Em contrapartida, há quem também afirme que a melhor solução seria manter André no poder até o fim de seu mandato. O comerciante Renato César Barbosa, de 54 anos, é morador da cidade há três décadas e defende a tese baseado no fato de que, segundo ele, a manutenção da situação e da incerteza política irá gerar maior dano à cidade do que manter André no cargo.                                                                                                

– O prefeito André foi eleito pelo povo, e agora estão acontecendo certas coisas que fazem com que o povo não esteja satisfeito, como esse vai e volta dele no poder. Porém, só a Justiça pode determinar se ele deve ou não permanecer como prefeito. Por mim, é melhor deixar ele trabalhar, fazê-lo cumprir o mandato e, quando chegar no final, até mesmo pela imagem dele já estar desgastada, o povo coloca outro no lugar. O que não dá é ficar com esse vai e vem, essa incerteza, porque isso só vai prejudicar ainda mais a cidade e a vida dos moradores.

O recepcionista Carlos Eduardo de Faria Loureiro, 38 anos, morado do balneário há 20 anos, segue na mesma linha:

– Ele está fazendo muito pela cidade, inclusive coisas que outros que passaram pela prefeitura não fizeram.
Pedro Vinícius, 20, balconista, pensa o oposto:

– O ideal seria que outra pessoa assumir em seu lugar para tentar dar um jeito em Búzios. Porque esse vai e vem do prefeito é improdutivo para a cidade como um todo. Nós vemos obras atrasando ou não sendo cumpridas. É necessário venha o vice ou alguém comandando a cidade, senão Búzios vira uma bagunça – afirmou.

Já o vendedor José Costa Neto, 30 anos, diz que se arrependeu do voto.

– André teve meu voto, mas hoje em dia não teria mais. No governo dele, por conta desse vai e vem, fica tudo muito confuso. É complicado. A população de Búzios está cansada, e não vê a hora de chegar a próxima eleição para ver se entra outro político que pelo menos permaneça no governo, sem toda hora precisar entrar na Justiça.