Assine Já
sexta, 03 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53693 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15591 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Câmaras

Semestre legislativo recomeça nas Câmaras da região nesta terça (1º)

Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) também retoma os trabalhos 

01 agosto 2017 - 11h16Por Redação I Foto: Arquivo Folha
Semestre legislativo recomeça nas Câmaras da região nesta terça (1º)

Não é apenas em Cabo Frio, que os trabalhos legislativos recomeçam nesta terça (1º). Na maior cidade da região, não haverá pauta, pois se trata de uma sessão de instauração. Mas na vizinha Arraial do Cabo e em São Pedro da Aldeia, por exemplo, a agenda será reiniciada a todo vapor. Em Búzios, os parlamentares só voltam a trabalhar na quinta, o que dá um pouco mais de sossego ao prefeito André Granado (PMDB).

Entre as questões que prometem tornar-se polêmicas na Câmara cabista nos próximos meses estão a revisão do Plano Diretor da cidade e a criação do Bilhete Único para os passeios de barco. Para ambas as discussões, estão previstas audiências públicas. Outro assunto que deverá ser retomado em breve é a polêmica Taxa de Proteção Ambiental (TPA), considerada aposta do prefeito Renatinho Vianna (PRB), para aumentar a arrecadação do município.

Já em São Pedro, a expectativa é saber da coesão da base governista, que não mostrou-se tão unida como se esperava na sessão extraordinária da semana passada sobre a inclusão do município no programa de reparcelamento de dívidas com o Governo Federal (Refis).

Mas é no Legislativo buziano, onde são esperados os maiores lances de emoção. Em minoria na Casa, Granado vai tentar sobreviver à tempestade de denúncias levantadas na CPI da Saúde e no processo de impeachment do prefeito, ambos em andamento. Uma atração à parte, os contundentes discursos da vereadora de oposição Gladys Costa (PRB) contra o governo devem continuar em tom alto.

– Teremos muito trabalho, como tem sido desde o começo. Vamos bater em cima – garante o presidente da Câmara buziana, João Carlos Alves de Souza, o Cacalho (DEM).

Alerj no olho do furacão – Quem também retoma as atividades em plenário é a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Os três deputados estaduais da região – Janio Mendes (PDT), Silas Bento (PSDB) e Márcia Jeovani (DEM) – voltarão ao olho do furacão de uma das priores crises da história do Estado do Rio.

Na pauta de hoje, está prevista em discussão única a mensagem do governo que dispõe sobre as restrições a incentivos fiscais durante o regime de recuperação fiscal e sobre mecanismos de governança, transparência, controle e acompanhamento. Vale lembrar que a Alerj aprovou uma série de medidas de arrocho ao funcionalismo, como o aumento da contribuição previdenciária, como forma de receber um pacote de ajuda fiscal do Governo Federal.