Assine Já
sexta, 22 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Política

São Pedro corre atrás de empréstimo de R$ 30 milhões

Prefeitura pede autorização da Câmara para obter crédito e fazer obras na periferia

22 outubro 2019 - 19h33Por Rodrigo Branco
São Pedro corre atrás de empréstimo de R$ 30 milhões

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia tenta viabilizar um empréstimo de R$ 30 milhões junto à Caixa Econômica Federal para obras de infraestrutura em bairros da periferia da cidade, principalmente asfaltamento e saneamento básico. A carência foi reconhecida pelo próprio prefeito Cláudio Chumbinho (MDB), em entrevista concedida à Folha em junho. Um pedido já tramita na Câmara Municipal e, caso a operação financeira seja autorizada pelos vereadores, um contrato deverá ser assinado para pagamento em dez anos, com juros de 6,17% ao ano. As tratativas junto ao banco estatal já estão na fase final.

De acordo com o secretário de Governo de São Pedro, Eron Bezerra, a tentativa de liberar os recursos vem desde o ano passado, quando houve conversas nesse sentido com o antigo Ministério das Cidades. Com a mudança na administração federal e a fusão com o Ministério da Integração Nacional, as negociações pararam.

No entanto, no começo do ano, foi oferecida outra linha de crédito, a Finisa, que serve para financiar não apenas projetos de saneamento e asfaltamento, como para substituição da iluminação para os sistema de lâmpadas de led e aquisição de equipamentos.  O secretário afirma que, além de São Pedro, apenas outros quatro municípios estão aptos a contrair o empréstimo, por não estarem no cadastro negativo (Cauc) e ter risco do tipo ‘A’ ou ‘B’.

– Nossa cidade está sofrendo absurdamente com buracos em várias ruas que não conseguimos, infelizmente, pelo pouco recurso, asfaltar. Entramos nesse pleito para ver se conseguimos liberar. Estive ontem (anteontem) na Caixa Econômica. O limite de crédito está praticamente pronto. Esse recurso não vai para os nossos cofres, vem especificamente para o asfalto e o saneamento básico. Vamos fazer um saneamento das ruas que a gente está definindo quais serão. Temos que mandar esse projeto das ruas que serão asfaltadas – explica o secretário.

As ruas que serão beneficiadas pelas obras ainda estão sendo definidas, mas Eron Bezerra garantiu que o Porto do Carro será um dos bairros contemplados. Outras localidades que estão em análise são Alecrim, Balneário e Praia Linda.

Há cerca de duas semanas, um grupo de moradores do Porto do Carro interditou a Estrada do Alecrim por algumas horas para protestar contra a manutenção ineficaz no asfalto da via. Os manifestantes criticaram o fato de a prefeitura fazer apenas serviços paliativos no local.

As obras, afirma o secretário, não apenas servirão para resolver o problema, como representarão o fim dos contratos de tapa-buracos.

– É um momento que a gente está antecipando esse serviço que, em dez anos, a gente não conseguiria fazer por causa das arrecadações. Em contrapartida, hoje temos contrato de tapa-buraco, em que pagamos quase R$ 170 mil por mês. Hoje, tapa o buraco, amanhã se chover, eles voltam. Com esses recursos que vamos deixar de pagar tapa-buraco, praticamente no primeiro ano, a gente paga a mensalidade quase que total – calcula o secretário de Governo.

Até o fechamento desta edição, a Câmara de São Pedro da Aldeia não havia confirmado quando será votada a autorização para o pedido de empréstimo feito pela prefeitura.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.