Assine Já
sexta, 10 de abril de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
ARRAIAL DO CABO

Renatinho confirma que haverá exonerações em Arraial do Cabo

Prefeito admite atrasos nos salários, mas prevê melhoria nas finanças já no mês que vem

17 janeiro 2020 - 20h44Por Redação
Renatinho confirma que haverá exonerações em Arraial do Cabo

O prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna (Republicanos), confirmou ontem para a reportagem da Folha que, em breve, o governo municipal vai promover cortes, segundo ele, ‘sem grande impacto’, apenas para ‘ajustar’ as contas públicas, que não andam bem das pernas neste começo do ano. A prova disso é que, assim como ocorre na vizinha Cabo Frio, a folha de pagamento de dezembro ainda não foi quitada.

Segundo Renatinho, o município está em dia com os funcionários concursados, os aposentados e aqueles que recebem até R$ 1 mil. Para ontem, estava previsto o pagamento de servidores que recebem até R$1,5 mil, mas os de comissionados permaneciam em aberto. Apesar das dificuldades, o prefeito cabista afirma que espera uma melhora a partir do mês que vem, com a entrada de recursos do IPTU e dos royalties do petróleo.

– Não vamos ter tantas dificuldades em relação ao salário de janeiro porque tem o vencimento de cotas para o dia 30; a entrada dos royalties e de outros recursos. Foi só nesse período de transição por causa da arrecadação e das outras dificuldades, e ainda estamos atrasados sim com uma parcela, principalmente dos comissionados. Mas estamos caminhando bem com boas perspectivas. A turbulência vai passar já já – espera Renatinho.

Enquanto a maré financeira não vira de vez, o prefeito mantém a preocupação com a relação entre receitas e despesas e, sobretudo, com a Lei de Responsabilidade Fiscal, um dos motivos pelos quais haverá as anunciadas exonerações.

Apesar de algumas obras em andamento e outras recém-inauguradas, Renatinho afirmou que, mesmo em ano eleitoral, a prioridade será pagar dívidas e manter as contas públicas no prumo para, talvez, em um eventual segundo mandato, colher os frutos de um aumento na arrecadação dos royalties.

– Superamos a maior crise que o Brasil já viu, no estado nem se fala. Atravessamos tomando pancada e roendo o osso. Sabemos que as perspectivas são ótimas no fim de 2020 e início de 2021, por conta da exploração na costa. Temos trabalhado para arrumar a casa, e diante das perspectivas maravilhosas que Arraial tem, aí está cheio de pretensos pré-candidatos para pegar uma casa em um estágio bem avançado de arrumação e com arrecadação lá em cima, que vai ter que programar e muitas vezes inventar o que fazer – disse, claramente se colocando como pré-candidato à reeleição.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa. Ligue já ou envie mensagem pelo WhatsApp: (22) 99933-2196.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.