Assine Já
quarta, 08 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53859 Óbitos: 2198
Confirmados Óbitos
Araruama 12575 449
Armação dos Búzios 6589 73
Arraial do Cabo 1755 93
Cabo Frio 15647 903
Iguaba Grande 5581 147
São Pedro da Aldeia 7057 290
Saquarema 4655 243
Últimas notícias sobre a COVID-19
Política

Reforma administrativa cria Supersecretaria

Alberto Silva é o mais cotado para ficar com pasta que vai cuidar de licitações e eventos

14 junho 2019 - 09h31
Reforma administrativa cria Supersecretaria

O projeto de reforma administrativa que acaba de ser aprovado na Câmara Municipal altera a nomenclatura de algumas secretarias, eleva o status de outras e cria pelo menos uma superpasta: a de Gestão Institucional. A nova estrutura terá sob os seus cuidados áreas importantes e consideradas estratégicas na administração como as partes de licitações, compras e convênios, que vão estar subordinadas a duas diferentes coordenadorias. Além disso, a cargo da supersecretaria ficará também a superintendência de eventos, que antes era ligada à Secretaria de Turismo.

Segundo a reportagem apurou nos bastidores, o mais cotado para assumir a nova secretaria é Alberto Silva, que já cumpria papel semelhante na Secretaria de Governo, que anteriormente dividia com Miguel Alencar, este com função de interlocução política junto ao Legislativo, sindicatos e outras entidades. Alberto é considerado homem de confiança de Adriano no governo e, portanto, seria habilitado a ficar com uma das áreas consideradas mais importantes da gestão pelo prefeito.

– A função dela [da secretaria] é exatamente tirar as coordenadorias que todo mundo quer, porque envolve muitos recursos e ficar ali resguardada com uma pessoa de confiança do prefeito – disse uma fonte ligada ao governo que conversou com a reportagem. 

A nova estrutura vai fazer parte da Governadoria Municipal, que será uma espécie de ‘núcleo duro’ do governo, responsável por assessorar de forma direta o prefeito Adriano Moreno (Rede) e ser o centro das principais decisões da gestão municipal. Além da Gestão Institucional, a governadoria será composta pela Procuradoria-Geral; pela Controladoria-Geral e pelas secretarias de Fazenda, Administração e Governo. 

Pelo texto aprovado na Câmara e que ainda será submetido à avaliação da Procuradoria, a Secretaria de Gestão Institucional  terá a  função de “promover e executar o gerenciamento das relações com agentes executores e financiadores de projetos públicos municipais; coordenar e executar os procedimentos de licitação e contratos administrativos, compras e alienações; coordenar o sistema de compra de materiais e aquisição de serviços, observadas as normas gerais de licitações e contratos; promover e executar eventos e organizar calendários de eventos a serem realizados no Município”. 

Desenvolvimento Econômico – Outra secretaria criada com a reforma administrativa deve ficar com mais um velho conhecido do governo, o ex-secretário de Governo Duca Monteiro, antecessor de Alberto e de Miguel na pasta. 

A secretaria será responsável pelas políticas públicas para estimular a instalação de indústrias e outros estabelecimentos na cidade, bem como a geração de emprego e renda, o fomento e apoio ao empreendedorismo.