Assine Já
segunda, 24 de fevereiro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Apartamento
Pré-eleição em Cabo Frio

Rafael Peçanha se esquiva de atrito com Zé Bonifácio e faz mistério sobre vice

Aproximação com Letícia e Aquiles, no entanto, fica mais nítida em coletiva de imprensa

12 dezembro 2019 - 18h52Por Redação
Rafael Peçanha se esquiva de atrito com Zé Bonifácio e faz mistério sobre vice

Em discurso pregando a “união”, o vereador Rafael Peçanha, pré-candidato à prefeitura de Cabo Frio, preferiu não decretar rompimento definitivo com José Bonifácio (PDT), também pré-candidato, em coletiva de imprensa realizada ontem, no Tamoyo Esporte Clube. Há uma semana, Bonifácio sinalizou que uma possível interlocução com Rafael está cada vez mais distante. O pedetista divulgou o nome do pastor Neemias como provável pré-candidato a vice.

Rafael, no entanto, ainda não quis apresentar o seu possível companheiro de chapa.

– Vice é igual ao Gabigol – afirmou, referindo-se ao artilheiro do Flamengo. 

– Aparece aos 47 do segundo tempo, mas garante a vitória. Tem que ser um elemento político que agregue ao trabalho, tenha representatividade. E precisa fazer um trabalho ativo. Não pode ser figurativo – disse Rafael, que também fez prestação de contas do mandato.

De malas prontas para desembarcar do PDT, Rafael ainda não revelou qual será seu futuro partido. As conversas, no entanto, já estão “bem avançadas”. E o arco de alianças para o ano que vem já compõe Rede, Cidadania, Podemos e PV. O vereador afirmou que o momento é de aglutinar e dialogar, inclusive com quem “pensa diferente”.

– Precisamos lançar essa perspectiva de unidade. Mandar uma mensagem de unidade para José Bonifácio, Jefferson Vidal e outros pré-candidatos. Para que possam vir a colaborar a favor de Cabo Frio. Estamos convidando as demais lideranças que enxergam a necessidade de superar diferenças. Buscamos não só vencer a eleição, mas evitar um mal maior que possa vir a tomar conta da cidade. Temos que preservar nossos ideais, ideologias e convicções, mas abrir diálogo com quem pensa diferente – pontuou Rafael.

Aproximação com 
Letícia e Aquiles

Transpareceu, durante a coletiva, o movimento de aproximação entre Rafael Peçanha e os vereadores Letícia Jotta e Aquiles Barreto. Aquiles, que também se apresenta como pré-candidato, busca se viabilizar como o nome definitivo do grupo de Marquinho Mendes e, desta forma, ainda aguarda o ex-prefeito bater o martelo sobre 2020. Recentemente, porém, Marquinho anunciou a filiação da esposa, Kamilla Mendes, ao PSDB. De toda forma, Aquiles disse ver com bons olhos uma possível composição com Rafael.

– Eu ainda coloco meu nome [como pré-candidato]. Espero que o ex-prefeito Marquinho Mendes possa definir logo qual será o projeto a trilhar: se ele é candidato, se Kamilla é a candidata dele ou se Aquiles vai representar o grupo dele. E, assim que houver uma determinação, a gente vai olhar com muito carinho o nome do Rafael Peçanha. Ou para ele compor com a gente ou a gente compor com ele. Quem estiver melhor na rua e na pesquisa terá vantagem nessa composição. 

Na opinião de Aquiles, as forças de centro-esquerda precisam se unir num embate com uma candidatura que classifica como de extrema-direita, a do deputado estadual Mauro Bernardo.

– Se houvesse uma disputa de segundo turno em Cabo Frio, talvez seria com Mauro Bernardo, que se consolida num voto da direita e extrema direita, dessa linha mais forte de Bolsonaro. Eu não compactuo com essa ideologia. A candidatura do Rafael, a minha candidatura, a candidatura do Bonifácio e até do próprio Adriano, que é mais de centro, tem que representar a força contra esse possível pré-candidato chamado Mauro Bernardo. A conversa desse atores têm que se dar pelo que a gente acredita para cidade. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 29 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições na porta de casa, de terça a sábado. Ligue já: (22) 2644-4698.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.