sábado, 22 de junho de 2024
sábado, 22 de junho de 2024
Cabo Frio
24°C
Park lagos
Park Lagos 2
Política

"Quero transparência na gestão", diz Magdala Furtado ao apresentar balanço do governo

Prefeita fez coletiva para marcar os 30 primeiros dias de gestão

21 agosto 2023 - 19h25Por Redação
"Quero transparência na gestão", diz Magdala Furtado ao apresentar balanço do governo

Em coletiva de imprensa que marcou os 30 primeiros dias de governo, foi realizada na manhã desta segunda-feira (21), a prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, voltou a dizer que buscará transparência nas contas públicas e diálogo com os diversos setores da sociedade. 

“Tenho reafirmado que quero transparência na gestão pública e diálogo. Em reunião com o secretariado, ficou decidido que todos deveriam fazer levantamentos sobre a atual situação de cada pasta, o que foi feito e o que ainda está por fazer, além de estabelecer metas para curto, médio e longo prazos. Isso foi feito e agora vamos começar a apresentar para a população, a começar pela área da saúde e financeira. Queremos mostrar para a população o que realmente acontece, pois o cidadão tem o direito de saber”, afirmou a prefeita.

Na ocasião, os secretários Ruy França, Bruno Alpacino e Bebeto Cardozo (Governo, Saúde e Fazenda, respectivamente) apresentaram os diagnósticos, os projetos em andamento e as novas metas para as pastas de Saúde e Fazenda. 

Na área da Saúde, o secretário Bruno Alpacino  destacou que é necessária a busca por recursos estaduais e federais para completar o orçamento e ampliar os investimentos.

“Algumas ações já foram iniciadas, como a renegociação dos pagamentos em atraso dos prestadores de serviços, como o de hemodiálise, laboratoriais, Hemolagos, entre outros. Se tratam de serviços que não podem parar, pois afetam a ponta, que é a população. Além disso, realizamos a unificação do sistema de regulação, com objetivo de agilizar tanto a marcação de consultas e exames, na Atenção Primária, quanto as transferências para as unidades hospitalares. Neste caso, encontramos as UPAs com mais de 100% de ocupação. Com a organização da gestão dos leitos, o que temos são unidades atendendo melhor aos pacientes”, afirma o secretário.

Na área financeira, o secretário municipal de Fazenda, Carlos Alberto Cardozo, falou sobre a arrecadação, do endividamento do município e dos parcelamentos das dívidas.

“Para chegar a um diagnóstico de tudo, é preciso revisitar o passado, para entender o que ocorreu e poder programar melhor o futuro. Hoje, temos um comprometimento com a folha de pagamento muito próximo do limite permitido em lei, sendo necessária a readequação, para baixar este custo. Além disso, o município de Cabo Frio ainda tem muitas dívidas. O que houve foi a equalização de boa parte delas. Isso foi importante, mas não zerou o problema. Estamos trabalhando para aumentar a arrecadação própria, como o programa Concilia, que oferece a anistia de juros e multas sobre débitos tributários inscritos em Dívida Ativa e gerados até 31 de dezembro de 2022. Este programa já gerou R$ 10 milhões em recursos para os cofres públicos, sendo R$ 1 milhão à vista e outros R$ 9 milhões a prazo. Além disso, vamos trabalhar melhor as Parcerias Público-Privadas. Estamos trabalhando para organizar as finanças e garantir a manutenção da estrutura e também os investimentos necessários”, finaliza Bebeto Cardozo.