Assine Já
quinta, 24 de setembro de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7942 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1581 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 231 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 649 36
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Comissão

Proposta da criação de Comissão da Educação sem apoio de vereadores

Somente quatro assinaram e sindicalistas protestaram contra parlamentares

18 novembro 2015 - 09h36Por Nicia Carvalho

   

Em meio a clima tenso, com direito a vaias, máscaras, carta­zes e boneco, profissionais da Educação, que estão em greve por tempo indeterminado, lota­ram a assistência da Câmara de Cabo Frio na última terça-feira (17), mas a propos­ta de criação de uma Comissão da Educação não recebeu apoio dos vereadores. Somente Aqui­les Barreto (SD), proponente, Celso Campista (PSB), Emanoel Fernandes (Pros) e Adriano Mo­reno (Rede) foram favoráveis – e para entrar em votação era ne­cessário mais duas assinaturas. A falta de apoio consternou os manifestantes.

– Todos os vereadores que não assinaram devem ter seu nome colocado na ata do Sindi­cato porque queremos transpa­rência nas contas da educação, nas contas públicas. Os vereado­res devem defender o interesse do povo – defendeu Denise Tei­xeira, diretora de imprensa do Sindicato dos Profissionais da Educação da Região dos Lagos (Sepe Lagos).

Segundo os vereadores pro­ponentes, o objetivo da comis­são é levantar informações sobre diversas denúncias na Educação, como falta de licitação para uti­lização de verba federal de cerca de R$ 960 mil, chamada de con­cursados, entre outros.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quarta-feira (18)