Assine Já
domingo, 24 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
projeto lei

Projeto quer acabar com filas duplas em frente a escolas

Proposta do vereador Miguel Alencar cria faixa exclusiva para embarque e desembarque de alunos

25 maio 2017 - 09h49Por Texto e foto: Gabriel Tinoco
Projeto quer acabar com filas duplas em frente a escolas

Tanto no início da manhã , na hora do almoço ou no fim da tarde, a cena se repete: carros enfileirados nas portas dos colégios para buscar ou levar os filhos à escola congestionam o trânsito.Mas as reclamações podem estar com os dias contados. Na última terça-feira, o vereador Miguel Alencar (PPS) apresentou projeto de lei que delimita a área de embarque e desembarque de estudantes com uma faixa – no local marcado, obviamente, será proibido o estacionamento de qualquer veículo.
 O projeto de lei deve ser apreciado pela Câmara dentro de um mês e encaminhado para apreciação do prefeito Marquinho Mendes (PMDB). O secretário de Mobilidade Urbana, Mauro Branco, inclusive, já acenou que apoia a proposta do vereador Miguel Alencar (PPS).
– Faço parte da Comissão Especial de Mobilidade Urbana. Estamos tratando do Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Teremos uma reunião com os diretores das escolas para ter um entendimento deles também. A princípio, haverá faixa na frente de todas as escolas. Mas, após aprovado o projeto, haverá um estudo pontual de cada escola – afirma o autor do projeto.
A diretora do Instituto Santa Rosa, Paula Santa Rosa, tenta incansavelmente resolver a questão do tráfego na Raul Veiga.
– Tenho vários ofícios em diversos mandatos solicitando auxílio. Solicitei que, no lado esquerdo na direção da minha escola, não tivesse estacionamento. Tenho profissionais que auxiliam a retirada e colocada dos alunos no carro. Tenho e-mails impressos solicitando que os pais não estacionem em lugares inapropriados. É um trabalho de formiguinha, de conscientização – afirma.


* Confirma matéria completa na edição desta quinta (25) da Folha dos Lagos.