Assine Já
sexta, 27 de novembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11817 Óbitos: 538
Confirmados Óbitos
Araruama 2355 117
Armação dos Búzios 1070 16
Arraial do Cabo 388 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1107 40
São Pedro da Aldeia 1801 76
Saquarema 1471 92
Últimas notícias sobre a COVID-19
Prefeito de Cabo Frio tenta adiantamento de royalties para acabar com greve

Prefeito de Cabo Frio tenta adiantamento de royalties para acabar com greve

Educação completará, no próximo dia 08, três meses de paralisação

04 março 2016 - 11h16

Ainda não foi desta vez que o o prefeito Alair Corrêa (PP) conseguiu o dinheiro para acabar com a greve da educação. Ele viajou, ontem, a Brasília, para pedir adiantamento de 10% dos royalties de petróleo junto à Caixa Econômica. O empréstimo pagaria todo funcionalismo público e daria fim à greve.
Mesmo sem conseguir o empréstimo, Alair garantiu através de nota que as negociações avançaram bastante. O prefeito ainda pediu que o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos) decida pela volta das aulas na assembleia de hoje.

A medida foi anunciada em reunião da Comissão da Educação da Câmara na manhã de ontem, que contou com representantes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), os vereadores da comissão e a secretária da pasta, Juciara Noronha. Todas as partes se comprometeram em, após o fim da greve, fazer visitas às escolas para verificar o estado das salas.

As perseguições aos servidores e a renovação automática das matrículas também foram temas recorrentes na reunião. A secretária afirmou que haverá um prazo de, no mínimo, quinze dias para o retorno do ano letivo assim que o pagamento sair. A categoria se reúne hoje no auditório do Colégio Edílson Duarte, no Jardim Caiçara, a partir das 18h.