Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8330 Óbitos: 430
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 491 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1341 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
centro de convencoes

Marquinho se reunirá com ministro por verba para Centro de Convenções

Prefeito de Cabo Frio afirmou que encontro com titular do Turismo, Marx Beltrão, será na próxima quarta (22)

16 fevereiro 2017 - 10h44Por Redação I Foto: Rodrigo Cabral
Marquinho se reunirá com ministro por verba para Centro de Convenções

O financiamento do primeiro módulo do Centro de Convenções de Cabo Frio, antiga reivindicação dos empresários do município, está na pauta de encontro do prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes (PMDB), com o ministro do Turismo, Marx Beltrão (PMDB-AL), na próxima quarta-feira. 

– Como o governo estadual está falido, estamos recorrendo ao governo federal. Quero voltar deste encontro com a boa notícia de que vamos conseguir os investimentos necessários para começar o primeiro módulo do Centro de Convenções. Com ele, poderemos realizar aos primeiros eventos – disse Marquinho, na manhã desta quinta-feira (16), durante café da manhã de lançamento da Feira Forte 2017.

Marquinho lembrou que, em seu segundo mandato como prefeito, desapropriou a área no Porto do Carro, na Avenida Wilson Mendes, para o Centro de Convenções. 

– Desapropriei e paguei. Porque há quem não pague – disse ele, alfinetando o ex-prefeito Alair Corrêa (PP). – Também conseguimos uma verba de 7 milhões de dólares para o projeto. Mas esta verba foi perdida no governo que nos sucedeu – acrescentou Marquinho.

O prefeito tocou no assunto ao ser questionado pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Cabo Frio (Acia), Eduardo Rosa.

– Carecemos deste espaço. Nossa cidade precisa se reconstruir, e o Centro de Convenções é fundamental para tanto. Não digo isso como uma cobrança, mas como uma sinalização de parceria. Colocamos a Acia à disposição para o que for necessário – disse.

Promessas – Não é de hoje que se multiplicam as promessas para a construção do Centro de Convenções. Em maio de 2015, durante o Fórumo Regional de Fortalecimento de Turismo, em Búzios, o secretário estadual da pasta, Nilo Sérgio Félix, garantiu que as obras começariam ainda naquele ano. O financiamento viria com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Programa de Deselvolvimento do Turismo (Prodetur-RJ). Ao total, R$ 30 milhões seriam alocados para a construção dos centros de Cabo Frio, Paraty e Nova Friburgo. No entanto, imerso numa crise financeira e política sem precedentes, o estado não deu continuidade ao projeto.