Assine Já
quinta, 07 de julho de 2022
Região dos Lagos
28ºmax
20ºmin
VIAJE BEM Confira 331 hospedagens bem avaliadas na Região dos Lagos
DIÁLOGO ESPECIAL

Prefeito de Arraial do Cabo anuncia que 2022 será o ano dos distritos

Em entrevista à Folha, Marcelo Magno fez um balanço do primeiro ano de governo

07 fevereiro 2022 - 16h02Por Cristiane Zotich

Com 9.077 votos, o administrador Marcelo Magno foi eleito prefeito de Arraial do Cabo em novembro de 2020, e empossado em 1º de janeiro de 2021. Nesta entrevista à Folha dos Lagos, o chefe do Executivo cabista fez uma breve avaliação do primeiro ano de governo, listando coisas que se orgulhou de fazer, e coisas que queria ter feito, mas não conseguiu, como a construção de novas creches em tempo integral, de um novo posto de saúde em Figueira, e pavimentação de ruas. Também fez um balanço da situação financeira do município, que segundo ele, ainda possui um débito de mais de R$ 50 milhões herdados de exercícios passados, e falou sobre as expectativas para este segundo ano de mandato: “em 2022 o nosso foco será levar mais investimentos para os distritos”.

Folha – Pra começar esse balanço do primeiro ano de governo, quais são as 5 coisas que você se orgulha de ter feito pela cidade em 2021?

Marcelo Magno – A conclusão da obra do posto de saúde da Boa Vista, que estava paralisada, retomando o atendimento na unidade; a criação da Policlínica Municipal, ampliando a oferta de consultas das especialidades médicas no município; a criação do Centro de Imagem no Hospital Geral, oferecendo exames que antes eram realizados fora do município; a reforma da maternidade, que ampliou o número de leitos de 4 para 11, com mais dois neonatal intermediário; e a implantação do Programa Gira Renda Cabista, que beneficia 1.500 famílias em vulnerabilidade social, com um crédito de R$ 200 mensais, disponibilizados através de um cartão que pode ser utilizado nos comércios locais.

Folha – E quais são as cinco coisas que você queria ter feito, mas não conseguiu?

Magno – A prioridade para este ano é investir em melhorias nos distritos. No ano passado começamos o levantamento das principais obras e serviços que serão implantadas na localidade. Serão ações em diversas áreas. Na educação serão construídas novas creches em tempo integral. A Prefeitura dará início à pavimentação de ruas, contemplando todos os bairros. Além disso, será priorizado também o saneamento básico, com previsão de distribuição de água potável e rede coletora de esgoto de Monte Alto até Pernambuca. Na área de saúde, será construído um novo posto de saúde em Figueira, ampliando o atendimento emergencial e ambulatorial. Serão implementadas, também, áreas de lazer e entretenimento, visando o desenvolvimento do turismo nos distritos.

Folha – Cite pra gente cinco coisas que estavam na sua proposta de campanha e que já foram realizadas logo no primeiro ano de governo.

Magno – No primeiro ano de governo, nosso principal objetivo foi priorizar a organização da gestão administrativa, pagamento de dívidas e, principalmente, o enfrentamento à pandemia da covid-19. Encontramos muitas dificuldades e uma máquina pública praticamente quebrada. Ainda assim, conseguimos implementar algumas ações, priorizando pastas como a saúde, turismo e segurança.

Folha – Qual era a situação financeira da Prefeitura de Arraial do Cabo em janeiro de 2021, e como ela está em janeiro de 2022?

Magno – Nessa gestão buscamos o equilíbrio orçamentário e financeiro. No ano de 2021 mantivemos esse equilíbrio e terminamos o exercício em superávit, cumprindo todas as nossas metas fiscais. Priorizamos honrar, sempre, com nossas obrigações, buscando pagar em dia todas as dívidas. Parcelamos todas as dívidas da Receita Federal relacionadas ao INSS, realizamos os pagamentos do 13° salário de 2017, além do pagamento de cerca de R$ 4,5 milhões em consignados de exercícios anteriores em aberto, como o Sindicato dos Servidores de Arraial do Cabo, Associação dos Guardas Municipais e o Sepe Lagos. Outra iniciativa desta gestão é o pagamento de verbas rescisórias em formato de folha de pagamento, sendo emitida e paga dentro da competência. Parcelamos, ainda, todas as dívidas junto a Prolagos e o Instituto de Previdência Cabista. Inclusive, tendo em vista a importância do IPC, fizemos a Lei de Amortização do Déficit Atuarial, que prevê o aporte de R$ 9 milhões ao Instituto para o exercício de 2022 com o objetivo de manter a saúde financeira do sistema previdenciário da cidade.

Folha – O município ainda possui alguma dívida herdada de gestões anteriores? 

Magno – Ainda possuímos um débito de mais de R$50 milhões oriundos de exercícios passados, entretanto, a maioria já se encontra devidamente parcelada ou em estágio final de negociação. Vale ressaltar que tais iniciativas foram possíveis, também, graças às ações fiscais relacionadas ao ISS, ao trabalho realizado referente ao repasse de ICMS, além do REFIS, que possibilitou aos contribuintes a quitação de dívidas, como IPTU, sem cobrança de juros e multas, assim, impulsionando a arrecadação do município.

Folha – Quais os planos para 2022? Alguma obra ou outra ação que é muito esperada há anos, e finalmente vai acontecer?

Magno – Em 2022 o nosso foco será levar mais investimentos para os distritos. Mas além disso, nossa meta também é transformar Arraial do Cabo em uma das cidades mais seguras do Estado do Rio de Janeiro, com investimento em políticas públicas de segurança. Investimento no turismo, com foco em ações que organizem as atividades turísticas, além de criar opções de lazer e entretenimento para turistas e moradores, tendo atrações como iluminação de Natal e ornamentações em datas comemorativas, festivais musicais e gastronômicos. Trazer eventos esportivos para o município, com o intuito de tornar Arraial do Cabo ainda mais conhecido nacional e internacionalmente, também é uma das metas da Prefeitura para fomentar o turismo de qualidade. Investimentos na educação, com criação de novas vagas de creche em tempo integral, implementação do modelo cívico militar, valorização dos profissionais de educação, melhorias na infraestrutura de todas as escolas. Investimentos na saúde, com melhoria e ampliação do atendimento na atenção básica, informatização, reestruturação do atendimento de alta complexidade, reforma do hospital, restabelecer os leitos de UTI e aquisição de novas ambulâncias.

Folha – Qual seu desejo para 2022?

Magno – O nosso maior desejo para 2022 é parear investimentos nos distritos e no Centro, com o objetivo de gerar igualdade para que os moradores da localidade se sintam tão agraciados com as melhorias, quanto os que moram na área central.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.