Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8330 Óbitos: 430
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 491 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1341 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
turismo

Novo secretário de Turismo de Cabo Frio fala em 'diálogo aberto' com empresários

08 maio 2015 - 10h00
Novo secretário de Turismo de Cabo Frio fala em 'diálogo aberto' com empresários

Repórter: Gabriel Tinoco

Empossado secretário de Turismo de Cabo Frio há uma semana, Dirlei Pereira  pretende abrir o diálogo com a iniciativa privada para driblar a crise financeira. Ele estabeleceu um prazo de 60 dias para ouvir empresários e desenvolver o novo plano de turismo do Governo Municipal. A principal meta é acabar com a dependência dos royalties de petróleo na cidade. Dirlei aposta no turismo de negócios para trazer mais receita para a cidade. 

– Fundamental para o desenvolvimento da cidade é o turismo de negócios, que vai trazer não só turistas, mas empresários com poder aquisitivo elevado para investir no município. Esses profissionais liberais retornarão com as famílias para fazer o que todos queremos: riqueza para Cabo Frio. É um momento de responsabilidade para saber qual rumo tomar e investir num turismo de qualidade – avalia.

Sem medo de assumir a pasta durante a crise financeira do Governo Municipal, Dirlei promete ousadia para transformar o turismo na maior fonte de arrecadação de Cabo Frio. 

– Penso que o Turismo deve ser gerido como uma empresa. É nesse momento que conhecemos o bom gestor. Precisa ter visão para chamar a sociedade para o debate. Aliás, não só a sociedade como o empresariado. É hora de convocar os empresários para um mutirão. A captação de novos recursos trará uma série de benefícios ao cidadão. Haverá mais dinheiro circulando pelo comércio, aumento na arrecadação de impostos e mais empregos. A população precisa se unir contra a crise e buscar, com humildade, soluções para um futuro melhor. Quem sai vencedor, afinal, é o morador de Cabo Frio – conclui. 

Um dos projetos que ainda não saíram do papel é o centro de convenções. As obras estavam previstas para começar no fim do ano passado. No entanto, Dirlei ressalta a importância do empreendimento para a cidade. Para ele, a inauguração seria um marco para o turismo da cidade. 

– O centro de convenções é o ponto de partida para desenvolvimento do Turismo. É um grande avanço para acabar com a dependência dos royalties. 
O secretário também pretende acabar com a dependência do comércio cabofriense da alta temporada. 

– Precisamos discutir qual tipo de turismo queremos para a cidade. Atualmente, o comércio não tem um bom faturamento na baixa temporada. Cabo Frio tem que ter um turismo mais permanente e que sustente a cidade pelo ano todo. São problemas que o novo plano de turismo vai tentar solucionar urgentemente. Mas precisamos consultar a sociedade cabofriense para começar a elaborá-lo.