Assine Já
quinta, 24 de junho de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43614 Óbitos: 1679
Confirmados Óbitos
Araruama 10812 339
Armação dos Búzios 5233 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11637 622
Iguaba Grande 4486 107
São Pedro da Aldeia 5916 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
mp

Ministério Público recomenda exclusão dos servidores do cadastro de devedores

Financeiras devem retirar o nome dos funcionários do Estado do Rio de Janeiro já descontados em folha

03 julho 2016 - 11h31
Ministério Público recomenda exclusão dos servidores do cadastro de devedores

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) recomendou a todas as financeiras que fazem empréstimo consignado a excluírem o nome dos servidores do Estado do Rio de Janeiro do cadastro de devedores se já tiverem sido descontados na folha de pagamento. A recomendação foi feita pela 5ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Proteção e Defesa do Consumidor da Capital. O prazo para exclusão é de 72 horas.

Em caso de ausência de repasse de valores devidos pelos servidores públicos estaduais, caberá às financeiras comunicarem aos servidores para que, em prazo mínimo de 15 dias, compareçam a algum ponto de atendimento da financeira para comprovar a realização (ou não) do desconto. Uma vez comprovado, as instituições notificadas não devem incluir o nome dos devedores em qualquer cadastro de proteção ao crédito.

O cumprimento destas determinações deve ser por comprovado pelas instituições financeiras, por e-mail ou por documentos a serem entregues na sede da promotoria.

Ao secretário de Estado de Planejamento e Gestão foi recomendado que, no prazo máximo de 24 horas, determine a imediata instauração de procedimento administrativo para apurar a prática.