Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
ministério público

Ministério Público abrirá ação civil contra gestão passada

Em 2016, governo de Cabo Frio investiu apenas 12% dos recursos na Educação

29 setembro 2017 - 10h07Por Rodrigo Branco
Ministério Público abrirá ação civil contra gestão passada

A promotora da Infância e da Juventude de Cabo Frio, Luciana Nascimento Pereira, vai abrir uma ação contra os responsáveis pela gestão da Educação na gestão do ex-prefeito Alair Corrêa por conta do investimento abaixo do exigido pela Constituição em Educação durante o ano de 2016. A informação consta na ata da reunião entre representantes do governo municipal e do Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), realizada na noite de anteontem à qual a reportagem teve acesso.  
Segundo informações da secretaria de Fazenda, o município aplicou no ano passado apenas 12% do orçamento, portanto, abaixo do piso estabelecido pela Constituição, que é de 25%. Para a diretora do Sepe, Denise Teixeira, o Ministério Público está cumprindo o seu papel.
– Vemos isso de forma bastante positiva. O MP está mantendo a linha de investigar, apurar e fiscalizar. Eu sinto esse comprometimento. Já passou da hora – pondera.

* Confira matéria completa na edição impressa da Folha dos Lagos desta sexta-feira (29).