Assine Já
terça, 01 de dezembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 12398 Óbitos: 542
Confirmados Óbitos
Araruama 2426 118
Armação dos Búzios 1201 16
Arraial do Cabo 427 16
Cabo Frio 3809 182
Iguaba Grande 1129 40
São Pedro da Aldeia 1874 76
Saquarema 1532 94
Últimas notícias sobre a COVID-19
Eleições 2020

Marquinho tem registro de candidatura rejeitado pela Justiça Eleitoral em Cabo Frio

Decisão ainda cabe recurso

24 outubro 2020 - 18h40Por Redação
Marquinho tem registro de candidatura rejeitado pela Justiça Eleitoral em Cabo Frio

O candidato a prefeito de Cabo Frio Marquinho Mendes (MDB) teve o registro de candidatura rejeitado pela Justiça Eleitoral em primeira instância. A decisão significa que ele não pode concorrer nas eleições do próximo dia 15 de novembro, mas cabe recurso. A sentença foi divulgada neste sábado (24).

Marquinho teve uma nova condenação por crime eleitoral proferida em 2020, o que o torna inelegível até 2023. Há alguns meses, Marquinho chegou a anunciar que apoiaria o sobrinho, Aquiles Barreto, como candidato a prefeito. Mas voltou atrás, retirou o apoio e anunciou que seria candidato, mesmo com a condenação. Depois disso, Aquiles anunciou apoio a José Bonifácio (PDT).

Na eleição de 2016, Marquinho conseguiu concorrer mesmo impugnado, após entrar com um recurso. Ele foi o mais votado naquela campanha, e chegou a assumir a prefeitura em 2017, mas em 2018 teve o mandato cassado, o que deu origem a uma nova eleição. O atual prefeito, Adriano Moreno (DEM), foi eleito naquela votação suplementar. 

Marquinho é o único candidato a prefeito de Cabo Frio com registro negado pela Justiça até agora.

Atualização: A Coligação Juntos Pela Reconstrução MDB - PMB emitiu uma nota oficial. Confira: 

"Recebemos com tranquilidade a decisão do juiz eleitoral de Cabo Frio em não deferir o registro de candidatura do nosso candidato à prefeitura, Marcos da Rocha Mendes. 

Fatos como este, acontecem em todo o Brasil. Da decisão cabe recurso e as medidas judiciais já estão sendo providenciadas. Estamos confiantes e certos de que iremos obter êxito."

(*) Matéria atualizada às 13h40 deste domingo (25).

 

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.