Assine Já
quarta, 20 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
POLÍTICA

Marquinho tem contas de 2018 reprovadas; Aquiles e Adriano escapam no TCE

Gastos elevados com folha de pagamento constam em voto do relator

19 dezembro 2019 - 20h33Por Redação
Marquinho tem contas de 2018 reprovadas; Aquiles e Adriano escapam no TCE

No conturbado ano em que Cabo Frio teve três prefeitos, o primeiro deles, Marquinho Mendes (MDB) teve as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), em sessão realizada na noite de anteontem. Ele já havia tido as contas de 2017 rejeitadas, o que foi confirmado pela Câmara Municipal. 

O voto do relator Rodrigo de Melo Nascimento foi acompanhado pelos colegas. Segundo o TCE, Marquinho deixou a prefeitura, em abril do ano passado, com um comprometimento de 66% da receita corrente líquida com a folha de pagamento, muito dos 54% exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os outros dois gestores, Aquiles Barreto (SD), que governou interinamente até a eleição suplementar, e Adriano Moreno (DEM)  escaparam e tiveram as contas aprovadas, mas o último com ressalvas. 

No caso de Aquiles, o Tribunal levou em conta que, apesar de ter herdado a folha inchada, ao menos não piorou a situação, entregando a gestão ao sucessor.

Já Adriano, teve o balanço aprovado apesar de ter encerrado o ano com 56% de comprometimento da folha. Pesou a favor dele o fato de ter reduzido os gastos no começo da gestão. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.