Assine Já
quinta, 01 de outubro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8438 Óbitos: 437
Confirmados Óbitos
Araruama 1675 103
Armação dos Búzios 500 10
Arraial do Cabo 256 15
Cabo Frio 2775 149
Iguaba Grande 699 37
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 69
Últimas notícias sobre a COVID-19
marquinho mendes

Marquinho descarta parentes no governo

Prefeito eleito de Cabo Frio garante que irmão e esposa não integrarão secretariado

15 novembro 2016 - 10h21Por Rodrigo Branco | Arquivo Folha
Marquinho descarta parentes no governo

 Em fase final de montagem do secretariado, o prefeito eleito de Cabo Frio, Marquinho Mendes (PMDB), descartou ontem que seu irmão Carlos Victor e sua mulher Camila Mendes farão parte da futura equipe.

Apesar de contrariar a Lei do Nepotismo (súmula vinculante 13 do Supremo Tribunal Fede­ral), a nomeação de ambos vinha sendo constantemente especula­da para as secretarias de Saúde e de Assistência Social, respectiva­mente. Para justificar, ele chegou a citar a saída de dois titulares do atual governo.

 Azevedo (Administração); Lau­ra Barreto (Educação) e Carlos Magno de Carvalho (Procura­doria-Geral). Para o segundo es­calão, Marquinho anunciou na semana passada a ativista Carol Midori para a superintendência de Defesa dos Animais.

Quanto aos demais cargos, ele prefere fazer mistério, mas disse que o futuro secretariado terá a ‘cara’ da equipe com quem gover­nou nas últimas gestões.

– Tenho algumas pendências. São poucas as pastas que estou em dúvida, mas logicamente não tem como escapar do meu grupo. O tempo passou e eles continuam comigo. Alguma qualidade eu devo ter – pondera.

Com isso, seguem cotados para ocupar uma pasta Carlos Santana, para Obras; Roberto Pillar, na Saúde; Olívia Sá, na Assistên­cia Social e Gilson da Costa, na Ordem Pública. Cláudio Bastos, coordenador regional do PRB, também deve ficar responsável por alguma secretaria.