Assine Já
sábado, 30 de maio de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 1012 Confirmados: 1003 Óbitos: 89
Suspeitos: 1012 Confirmados: 1003 Óbitos: 89
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 48 268 26
Armação dos Búzios 415 65 1
Arraial do Cabo 6 35 5
Cabo Frio 497 279 21
Iguaba Grande 17 83 12
São Pedro da Aldeia 16 103 8
Saquarema 13 170 16
Últimas notícias sobre a COVID-19
marina

Marina Silva já aparece com 21% em pesquisa

Ex-senadora supera Aécio na consulta induzida

19 agosto 2014 - 19h13Por Sérgio Meirelles
Marina Silva já aparece com 21% em pesquisa
Marina Silva ainda não foi confirmada como a candidata do PSB à Presidência da República, mas já aparece em segundo lugar na preferência dos eleitores. De acordo com pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, publicada ontem no Jornal Folha de São Paulo, Dilma Rousseff (PT) tem 36% das intenções de voto, seguida de Marina com 21% e de Aécio Neves (PSDB) com 20%. 
Marina Silva deve substituir Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo na última quarta-feira. Lideranças do PSB não confirmam, mas políticos ligados ao partido e analistas dão como certo que a ex-senadora será a escolhida. O anúncio do nome de Marina como cabeça de chapa deve ser feito amanhã, em Brasília.
A pesquisa também apurou que, se a eleição fosse hoje, haveria segundo turno. Isso porque Dilma teria 36% dos votos válidos contra 46% dos demais candidatos juntos. A disputa do segundo turno seria entre Dilma e Marina. Mas, de acordo com o levantamento, Marina sairia na frente com 47% das intenções de votos, contra 43% registrados por Dilma. Numa simulação de disputa entre Dilma e Aécio, a petista leva vantagem com 47%, contra 39% do tucano. 
O estudo revela ainda que a ascensão de Marina Silva deve-se a mudança no percentual de entrevistados que têm dúvida em quem votar ou que votarão em branco ou nulo. No levantamento realizado pelo Datafolha entre os dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17, o percentual dos que disseram não saber em quem votar ou que não responderam era de 14%, agora é de 9%. Os que disseram que iam anular o voto ou votar em branco eram 13%, agora são 8%. 
Líder nas pesquisas com o maior percentual de intenções de voto, a presidente Dilma também aparece com a maior taxa de rejeição ao seu nome para presidente: 34% dos entrevistados disseram que não votariam nela de jeito nenhum. Aécio aparece em segundo lugar, com 18%, Pastor Everaldo (PSC) tem 17%  de reprovação, Zé Maria (PSTU) tem 16%, Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB) e Rui Costa (PCO) têm 13% cada um, Marina (PSB), Luciana Genro (PSOL) e Mauro Iasi (PCB) aparecem com 10% cada. 
Na avaliação sobre a administração da presidente, a pesquisa mostra que 38% dos entrevistados consideram o governo de Dilma “bom” ou “ótimo”. Na pesquisa anterior, o índice era de 32%.  O percentual dos que achavam o governo de Dilma “ruim” ou “péssimo” caiu de 29% (pesquisa anterior) para 23%. Dos ouvidos, 38% avaliaram a gestão da petista como regular, o mesmo percentual do levantamento de julho. 
A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 15 de agosto e ouviu 2.843 pessoas em 176 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00386/2014.