Assine Já
sábado, 11 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3386 Óbitos: 195
Suspeitos: 344 Confirmados: 3386 Óbitos: 195
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 272 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1035 63
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
eleiçoes 2016

José Bonifácio afirma que resultado do PDT em Arraial, Cabo Frio e Búzios exige avaliação

‘Renatinho vendeu melhor a imagem de oposição’

05 outubro 2016 - 09h21Por Rodrigo Branco | Arquivo Folha
José Bonifácio afirma que resultado do PDT em Arraial, Cabo Frio e Búzios exige avaliação

Vencedor oficial da eleição de Arraial do Cabo pelo TSE, José Bonifácio não alimenta ilusões: sabe que no voto ficou apenas em terceiro lugar, com 2.170, marca irrisória para um partido que já foi o mais forte da cidade. Alheio ao embate jurídico envolvendo o recurso do vencedor Renatinho Vianna (PRB) no TRE, Bonifácio já se prepara para reassumir seu cargo de vice-presidente estadual do partido. À Folha, o experiente político disse que sua candidatura foi prejudicada pela polarização Renatinho x Tê e admite que não estará mais tão presente na política da cidade a partir de agora.

– Ainda mantenho a residência em Arraial, mas tenho que tocar a minha vida – ele diz.

Folha dos Lagos – Você aparece como primeiro no resultado oficial do TSE, mas ficou em terceiro na votação. Acha que poderia ter ido melhor?

José Bonifácio – A campanha polarizou em torno de quem re- jeitava o governo e quem vendeu melhor a imagem de oposição foi o candidato do PRB, que se favoreceu do voto útil.

Folha – E a questão jurídica? Vai forçar uma nova eleição?

Bonifácio – Quanto a isso não opino. Não sei. Temos que aguardar a decisão final do TRE. Não posso falar nada antes disso.

Folha – Muita gente diz que você só aparece na hora da eleição. Após essa derrota, pretende ficar mais próximo da política cotidiana na cidade?

Bonifácio – Eu sou vice-presidente estadual do partido e agora vou reassumir o meu cargo. Vamos discutir agora como vai ser nossa posição no segundo turno das eleições do Rio. Minhas atividades principais voltarão a ser as que eram antes. Ainda mantenho a residência em Arraial, mas tenho que tocar a minha vida. Como em Arraial, a princípio, não tenho atividade se não for eleito, vou me dedicar às atividades partidárias. Por isso, vou ficar entre Arraial, Rio e o interior do estado.

Folha – Em Cabo Frio, Arraial e Búzios, o PDT ficou em terceiro lugar. A que atribui esse quadro?

Bonifácio – No estado, de maneira geral, o PDT aumentou o número de prefeituras e vereadores em relação há quatro anos. Em Araruama, Lívia teve uma vitória esmagadora. Em Cabo Frio, o partido fez vereadores. Mas é um fenômeno que a gente precisa avaliar. Eu, Janio e Mirinho ainda vamos conversar sobre a região, sobre o que vai se fazer. Logicamente é preciso fazer algo. Não sei se mobilizar um pouco mais. Semana que vem vamos ouvir as queixas, re- clamações e falhas. Até porque o partido já pensa em 2018. O PDT já tem um projeto para isso com Ciro Gomes se candidatan- do à presidência e talvez candidato a governador do estado.