Assine Já
segunda, 19 de abril de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 33583 Óbitos: 1249
Confirmados Óbitos
Araruama 8610 270
Armação dos Búzios 4104 54
Arraial do Cabo 1165 61
Cabo Frio 8993 441
Iguaba Grande 3308 82
São Pedro da Aldeia 4591 188
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
prefeito

 "Iniciar o pagamento por quem não trabalhou seria um retrocesso", diz Alair

Prefeito de Cabo Frio volta a defender depósito dos servidores grevistas por último

22 junho 2016 - 13h25

O prefeito de cabo Frio, Alair Corrêa (PP), voltou a defender que os grevistas recebam o pagamento por último. Alair publicou em nota oficial no Facebook da Prefeitura que "iniciar o pagamento por quem não trabalhou seria um retrocesso na busca pelo verdadeiro direito". Ele também aproveitou para atacar os adversários políticos. Além disso, Alair justificou o posicionamento com a decisão da Justiça, que ordenou que o Governo do Estado do Rio de Janeiro não pagasse os funcionários que entraram em paralisação. 

Confira o comentário de Alair Corrêa abaixo:

"Se hoje não tivemos o suficiente para pagar a todos como gostaríamos o que se Deus quiser teremos nos próximos dias, por que então não pegarmos primeiro com o que conseguimos arrecadar, a quem realmente trabalhou, quem respeitou população, quem mostrou ter amor e respeito pelos alunos da rede municipal. Iniciar o pagamento por quem não trabalhou seria um retrocesso na busca pelo verdadeiro direito, ou seja, quem trabalhou recebe primeiro já quem não trabalhou que esperem. Pagar primeiro a eles seria um absurdo muito maior. A sociedade já está cansada dos devaneios desses falsos líderes que querem se intitular donos da verdade, pra não dizer da cidade. Só pensam em fazer política suja tentando desmoralizar as nossas ações. A justiça no Rio decidiu que o Governo do Estado não pague aos grevistas, felizmente pra essa 1/2 o meu lado democrático no entanto me levou apenas a priorizar os que trabalharam não seguindo a orientação da justiça, até que eles mereciam que eu assim agisse!"