Assine Já
sexta, 15 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
transição

Governos começam a se formar em Cabo Frio e em Arraial

Transição e montagem do secretariado já terão início na próxima semana

22 outubro 2016 - 09h21Por Rodrigo Branco
Governos começam a se formar em Cabo Frio e em Arraial

O ano de 2017 começa na próxima semana para os prefeitos eleitos de Cabo Frio, Marquinho Mendes (PMDB), e Arraial do Cabo, Renatinho Vianna (PRB). A partir de segunda-feira, os dois não apenas começam a esboçar as equipes com as quais vão governar nos próximos quatro anos, como pretendem dar início ao processo de transição.

No caso de Marquinho, o quadro se anuncia conflituoso, uma vez que a Prefeitura já afirmou que só passará informações após a decisão do TSE sobre o deferimento da candidatura do peemedebista, prevista para novembro.

Ciente da dificuldade, Marquinho disse à Folha na última terça-feira que fará uma transição ‘oficiosa’ e com os ‘dados possíveis’. Ao mesmo tempo, ele já fez três anúncios para a sua equipe: Clésio Guimarães para a secretaria de Fazenda; a profesFolhasora Laura Barreto para a Educação e Deodoro Azevedo para a Administração. Por sua vez, o vereador Zé Ricardo (PMDB), que não conseguiu a reeleição está cotado para ficar com a pasta do Esporte.

De outro lado, um dos homens fortes do seu grupo, o médico Roberto Pillar, não deve voltar à secretaria de Saúde.
Em Arraial, as mudanças também prometem ganhar corpo nos próximos dias, mas Renatinho, que segue em viagem de férias com a família em Portugal, ainda não anunciou qualquer secretário.

Entre os principais nomes ventilados para assumir um cargo no primeiro escalão estão o do seu pai, o ex-prefeito Renato Vianna, para a presidência do Porto do Forno; o da professora Márcia Mendonça para a secretaria de Educação e o do ex-prefeito David Dutra, presidente do PRB de Arraial, para a Saúde.

Matéria completa na edição deste fim de semana da Folha dos Lagos.