Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
CABO FRIO

Governo de Cabo Frio tenta empréstimo para o 13º em dia de protesto

Secretário de Fazenda busca liberação de recursos de última hora no Banco do Brasil

19 dezembro 2019 - 20h30Por Redação
Governo de Cabo Frio tenta empréstimo para o 13º em dia de protesto

A data-limite para o pagamento do décimo terceiro salário é nesta sexta-feira (20), mas não há qualquer garantia de que a Prefeitura de Cabo Frio cumprirá a obrigação no prazo legal. Aliás, sequer a folha de pagamento do mês de novembro foi concluída. Apenas quarta (18), por exemplo, foram pagos os contratados da Educação. Contudo, o secretário municipal de Fazenda, Clésio Guimarães Faria, não descartou a possibilidade e disse para a reportagem da Folha que está buscando diversas alternativas para viabilizar o pagamento nas próximas horas. 

Clésio reuniu-se na quinta (19) à tarde no Banco do Brasil, na tentativa de conseguir a liberação de recursos a serem pagos com a garantia das parcelas trimestrais dos royalties do petróleo, possibilidade levantada há mais de um mês. O secretário também tenta uma ajuda do governo estadual de última hora ou até mesmo a entrada da cota mensal de royalties para honrar o compromisso. Um fio de esperança para os servidores.

– Estou esperançoso, mas só vamos poder dizer alguma coisa amanhã (sexta-feira) cedo. Estamos atirando para todo lado, tentando viabilizar isso. Se não conseguir tudo, eu creio que alguma coisa vai ser paga. Estamos tentando o máximo – afirma Clésio.

Irritados com a falta de perspectivas concretas, servidores da Educação fizeram nesta quinta (19) uma manifestação batizada de ‘Ceia da Miséria’, na porta da sede do governo municipal. Foram afixados cartazes e estendida uma faixa na escadaria para cobrar uma resposta positiva do prefeito Adriano Moreno (DEM). Pão e água foram usados para representar um anunciado Natal de ‘vacas magras’ do funcionalismo. 

Uma comissão tentou ser recebida pelo prefeito ou pelo secretário de Governo, Miguel Alencar, mas até o fechamento desta edição, não foi informado se conseguiram falar com ele. 

Arraial promete pagar até dia 31

 A situação nos municípios vizinhos a Cabo Frio varia, mas nenhum deles está com dinheiro sobrando. Em São Pedro da Aldeia, o direito trabalhista foi pago em cota integral na semana passada.

Em Búzios, onde o prefeito André Granado (MDB) queixou-se recentemente da falta de recursos, a assessoria de comunicação informou que a previsão é que a segunda parcela do décimo terceiro será paga ‘a partir de hoje (sexta-feira)’. A primeira parte já havia sido depositada em junho. 

A situação de Arraial é mais complicada. O pagamento no município foi fracionado e, segundo a prefeitura, apenas concursados, efetivos e servidores da Educação já receberam. Quanto aos demais, o governo municipal disse que ‘está trabalhando para pagar o quanto antes’, com prazo até o próximo dia 31.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.