Assine Já
domingo, 13 de junho de 2021
Região dos Lagos
21ºmax
17ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 42533 Óbitos: 1631
Confirmados Óbitos
Araruama 10478 329
Armação dos Búzios 5144 57
Arraial do Cabo 1486 81
Cabo Frio 11320 600
Iguaba Grande 4350 105
São Pedro da Aldeia 5809 254
Saquarema 3946 205
Últimas notícias sobre a COVID-19
"Ficha Limpa" é aprovada na Câmara de Cabo Frio

"Ficha Limpa" é aprovada na Câmara de Cabo Frio

Proposta do vereador Celso Campista (PSB) é aceita por unanimidade

02 março 2016 - 10h26
"Ficha Limpa" é aprovada na Câmara de Cabo Frio

Em meio a mais um atraso de meia hora, sessão começa tumultuada, mas aprova parecer da comissão

 

Assim como na terça passada, a sessão de ontem da Câmara de Vereadores começou com meia hora de atraso, mas aprovou, por unanimidade, parecer favorável da Comissão de Redação Final sobre o Projeto de Lei 069/2015, de autoria do vereador Celso Campista (PSB). O documento institui a Ficha Limpa Municipal para “nomeação de cargos de direção ou chefia direta ou indireta no âmbito do Poder Executivo ou Legislativo”. O PL, que teve apoio em discurso de vários vereadores, segue agora para sanção ou veto do prefeito Alair Corrêa (PP), que tem prazo de 15 dias para emitir parecer.

– Se o poder público exige tanto de um funcionário porque não de um secretário, por exemplo? Espero que seja transformado em lei urgente porque fazer o projeto aqui é facílimo, quero ver o prefeito sancionar – disparou Campista.

Os vereadores Aquiles Barreto (SD) e Adriano Moreno (Rede) consideram o projeto preventivo, além de ferramenta para coibir contratação de pessoas sem perfil para exercer algum tipo de função pública.

– É importante essa lei para ter menos Hugos [ex-diretor da Comsercaf, preso há cerca de duas semanas] no legislativo ou ontemexecutivo – parabenizou Aquiles.

– Isso é fundamental porque é uma forma de barrar, de bloquear quem não tem condição de atuar no poder público. Precisa ser sancionado o mais rápido possível – destacou.

Saúde online – Proposta do vereador Adriano, de implantar marcação de consultas médicas online, também recebeu apoio dos pares, além de ressalva por parte do vereador Luis Geraldo.

– Além de todos os benefícios, ainda tira a população do risco, ante a violência que vivenciamos na cidade e uma vez que as pessoas ficam na rua, de madrugada, para marcar consultas – lembrou Braz enfermeiro.

De nada adiantará, apesar da boa intenção do colega Adriano, se quem estiver marcando a consulta for envolvido com política e, não, um técnico – ponderou.

Mas, segundo Adriano, o sistema cabofriense é inspirado no modelo curitibano, em que a marcação é feita diretamente pelo usuário como se fosse num caixa eletrônico. As opções para especialidade e o dia da consulta seriam indicados em tela, e o usuário imprimi o canhoto com a marcação médica.

– O projeto acaba com o atravessador, com a prática de separação de consultas como forma de conquistar voto – disparou o vereador autor ao defender a importância do projeto.