Assine Já
terça, 22 de setembro de 2020
Região dos Lagos
19ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7847 Óbitos: 412
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 473 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Câmara

Falta de quórum transfere eleição da presidência da Câmara de Búzios

Henrique Gomes espera resultado de recurso para tentar voltar à presidência

23 outubro 2015 - 09h03

Com apenas quatro vereado­res em plenário na última quinta-feira (22), não foi desta vez que a nova eleição para a presidência da Câmara Municipal de Búzios foi convo­cada. Pelo regimento interno, o presidente em exercício da Casa, Gelmires da Costa Gomes Filho, o Gugu de Nair, tinha até a última quinta-feira (22) para marcar a data da votação para substituir o vereador Hen­rique Gomes (PP), afastado pela Justiça na semana passada.

Com a falta de quórum, o pra­zo foi estendido para a próxima sessão, na terça-feira. Com isso, Gomes ganha tempo para espe­rar o resultado do recurso que a sua defesa impetrou na 4ª Câma­ra Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Enquanto isso, o suspense na política buziana continua.

Vereadores cautelosos – O clima de incerteza no Legislati­vo tem deixado os vereadores na expectativa com relação ao futu­ro próximo. Embora conversas aconteçam, os vereadores procu­ram medir as palavras ao falar de uma eventual sucessão do, por enquanto, ex-presidente.

– Decisão judicial a gente cumpre. Ele (Henrique Gomes) está buscando o recurso e nós estamos agindo de acordo com a Lei Orgânica e o Regimento Interno da Casa, com a maior transparência possível – afirma Gelmires da Costa Gomes Filho, o Gugu de Nair, que substitui Go­mes e é, até o momento, o único a admitir que seria candidato.

Opositor do prefeito André Granado (PMDB), Felipe Lopes (PDT), é conservador ao anali­sar a saída de Henrique Gomes.

– Não acho nada ainda. Es­tou esperando para ver o que vai acontecer. O Henrique Go­mes está recorrendo da decisão. Logo que definir uma posição, a conjuntura será outra. Mas até o momento, que eu saiba, nenhu­ma articulação está em curso. A Casa está trabalhando normal­mente – afirma Lopes.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira (23)