Assine Já
domingo, 17 de outubro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
'ABRIL VERDE'

Estado do Rio passa a ter mês dedicado ao combate à intolerância religiosa

Lei foi sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada no Diário Oficial desta sexta (11)

12 junho 2021 - 16h00Por Redação

A Lei 9301/21, que institui no estado do Rio de Janeiro o mês 'Abril Verde' - dedicado a ações de combate, prevenção e conscientização sobre a intolerância religiosa - foi sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (11). O texto é de autoria original dos deputados Flávio Serafini (PSOL), Renata Souza (PSOL), Eliomar Coelho (PSOL) e Waldeck Carneiro (PT).

A medida estabelece que, nos mês de abril, órgãos da administração direta, indireta e autarquias dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário poderão promover ações sobre intolerância religiosa, além de iluminar seus prédios na cor verde. Ainda de acordo com o texto, concessionárias estaduais de transporte público poderão promover campanhas educativas de conscientização, informando que intolerância religiosa é crime. A Secretaria Estadual de Educação também poderá promover na sua rede estadual de ensino, ações educativas sobre a temática.

A norma ainda garante a inviolabilidade de consciência e de crença, com livre manifestação do sentimento religioso e sua doutrina, além do livre exercício dos cultos religiosos e da proteção aos locais de culto e suas liturgias.

“Compreendemos que a intolerância religiosa não pode ser combatida apenas pela via da repressão e da penalização. Um dos caminhos para combater a intolerância religiosa é a via da educação, da conscientização e do compromisso do Estado, com a realização de campanhas que alertem para o problema, assim como previnam esse tipo de manifestação de ódio, racismo e desrespeito”, justifica a deputada Renata Souza.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.