Assine Já
domingo, 12 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
15ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3388 Óbitos: 196
Suspeitos: 344 Confirmados: 3388 Óbitos: 196
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 272 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1037 64
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
LGBT

Entidades LGBT protestaram contra texto aprovado por Comissão da Câmara

Ativistas repudiam texto do Estatuto da Família

26 setembro 2015 - 09h00

RODRIGO BRANCO

Representantes de entidades que defendem os direitos LGBT na Região dos Lagos não vão deixar barato a aprovação do Es­tatuto da Família por Comissão Especial da Câmara dos Deputa­dos que trata do tema, na noite de anteontem. O texto, que teve parecer favorável do relator Die­go Garcia (PHS-PR) e foi apro­vado por 17 votos a 5, exclui casais homoafetivos do conceito de família apregoado no estatuto e agora será enviado para vota­ção em plenário.

De acordo com o presiden­te do Fórum LGBT da Baixada Litorânea e do Grupo Iguais de Cabo Frio, Rodolpho Campbell, já há uma articulação para um encontro nacional no dia 10 de outubro, em São Paulo, a fim de definir quais providências serão tomadas a respeito do assunto.

– Acho um absurdo uma ban­cada totalmente fundamentalista querer se apropriar de uma dis­cussão deste tipo, sem nenhum tipo de enquadramento técnico ou estudo das relações contempo­râneas ou até mesmo das forma­ções familiares atuais – dispara.

Por sua vez, Victor Jotha, do Aldeia Diversidade disse que está previsto um ato de repúdio ao Estatuto, amanhã, durante a Parada do Orgulho LGBT de Iguaba Grande.

– É um retrocesso para nosso país que legisladores aprovem uma atrocidade como está. Fa­mília é amor, não uma imposi­ção – afirma, em acordo com Esther Silveira, do Arraial Free.– Isso é resultado de uma so­ciedade homofóbica, hipócrita e funadamentalista. Que Estatuto da família? A tradicional, hete­ronormativa e margarina? Achei uma piada. Vamos repudiar de alguma forma essa palhaçada, mas vamos com meus compa­nheiros da região – eleva o tom.