Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
delação

Delação põe cinco do TCE na cadeia e leva Picciani à Federal

Presidente da Alerj foi levado coercitivamente ontem para depor

30 março 2017 - 07h59Por Redação | Foto: Divulgação
Delação põe cinco do TCE na cadeia e leva Picciani à Federal

 O presidente da Assem­bleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Jorge Picciani (PMDB), prestou depoimento ontem após ser conduzido coer­citivamente até a sede da Polícia Federal, na Praça Mauá. Pela manhã, poli­ciais federais estiveram no Palácio Tiradentes para cumprir mandado de busca e apreensão no gabinete do parlamentar.

As ações fazem parte da Operação Quinto do Ouro que, teve o cumprimento de mandados de prisão contra cinco dos sete integran­tes do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ): o atual presidente do TCE-RJ, Aloysio Neves; e os conselheiros Domin­gos Brazão; José Gomes Graciosa; Marco Antônio Alencar e José Maurício Nolasco. Um ex-conselhei­ro, Aluísio Gama, também foi preso. Todas as prisões são temporárias.

A PF investiga se os au­ditores receberam propina em troca de pareceres fa­voráveis a contas e con­tratos de obras assinados pelo Governo do Estado e prefeituras. A operação é baseada na delação pre­miada do ex-presidente do Tribunal, Jonas Lopes de Carvalho. Ao todo, foram 43 mandados expedidos, a maioria deles na cidade do Rio, mas também em Du­que de Caxias e São João do Meriti. Os mandados foram expedidos pelo mi­nistro do Superior Tribunal de Justiça, Félix Fischer.