Assine Já
sexta, 25 de setembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
prefeito

Defesa de Granado diz que prefeito de Búzios recorre no cargo

Advogado Sérgio Azevedo afirma que aguarda acórdão para ir ao TSE

15 setembro 2017 - 12h26Por Rodrigo Branco
Defesa de Granado diz que prefeito de Búzios recorre no cargo

A defesa do prefeito de Búzios, André Granado (PMDB), adotou o discurso de tranquilidade um dia depois que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) cassou os diplomas de Granado e do vice, Henrique Gomes (PP), na noite de anteontem. Nem a derrota acachapante (6 x 0) no TRE-RJ tirou do advogado do prefeito, Sérgio Azevedo, o otimismo de que a situação será revertida no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Azevedo garantiu que Granado recorrerá no cargo.
– O prefeito não foi afastado. A decisão no TRE não tem eficácia imediata, depende do julgamento do TSE por se tratar de recurso contra expedição do diploma. O prefeito se mantém normalmente no cargo e temos a convicção de que este processo, quando for julgado em Brasília, nos será favorável – comentou o advogado para quem a decisão da Corte Regional foi ‘contrária aos precedentes dela’.
Por causa da manutenção de Granado na prefeitura, a defesa do prefeito mantém a cautela quanto ao recurso. Sérgio Azevedo disse que vai esperar a publicação do acórdão da decisão pelo TRE para recorrer. Ele afirmou que o prefeito buziano está ‘tranquilo’. 
– Utilizaremos os prazos processuais para fazermos tudo com muita calma. O prefeito acompanha de perto os nosso atos. Ele está tranquilo. Não temos dúvida de que a vontade popular será mantida – completou Azevedo. 
Mas a julgar pelo histórico de Granado neste segundo mandato, tranquilidade é tudo o que o prefeito não vem tendo nos últimos oito meses e meio. Ele chegou a ser afastado do cargo duas vezes esta ano, em junho e julho, pela Câmara e Justiça de Búzios, respectivamente. Nas duas vezes, liminares logo o reconduziram à cadeira de prefeito. O prefeito também passou por um processo de impeachment no Legislativo, do qual foi absolvido no mês passado. 
Julgamento no TRE – Para a Corte, como o prefeito já havia sido condenado pela 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro pela prática de ato doloso de improbidade administrativa, o prefeito tornou-se inelegível, conforme determina a Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa. Deste forma, segundo o TRE, Granado não deveria ter disputado a reeleição no ano passado. Nas urnas, ele obteve 6.772 votos, mas a vitória chegou a ficar pendente na Justiça Eleitoral.
Granado é acusado de não dar publicidade a pregões da prefeitura em 2013, ainda no seu primeiro mandato. Já Henrique Gomes é acusado de irregularidades na época em que foi secretário de Obras na gestão de Mirinho Braga, entre 2009 e 2012.