Assine Já
sábado, 15 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
16ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 38271 Óbitos: 1463
Confirmados Óbitos
Araruama 9632 300
Armação dos Búzios 4705 57
Arraial do Cabo 1332 69
Cabo Frio 10222 542
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5306 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
POR UNANIMIDADE

Comissão que avalia impeachment de Witzel na Alerj aprova continuidade do processo

Relatório do deputado Rodrigo Bacellar foi aprovado por 24 votos a zero, na tarde desta quinta-feira (17)

17 setembro 2020 - 16h10Por Redação

Os deputados da comissão da Assembleia Legislativa (Alerj) que avalia o pedido de impeachment do governador afastado Wilson Witzel (PSC) decidiram pela continuidade do processo. O relatório do deputado Rodrigo Bacellar (Solidariedade) foi aprovado por 24 votos a zero. O resultado da votação realizada na tarde desta quinta-feira (17) será publicado na dição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial do Estado.

A partir da próxima segunda-feira (21), começa a contar o prazo de 48 horas para que o parecer do relator seja incluído na pauta. Com isso, a votação final, com a presença de todos os deputados, pode acontecer já na próxima quarta-feira (23).

Votaram pela continuidade do processo o relator, deputado Rodrigo Bacellar (Solidariedade); o presidente da sessão, deputado Chico Machado (PSD); e os deputados Alexandre Freitas (Novo); Brazão (PL); Bebeto (Podemos); Carlos Macedo (Republicanos); Dionísio Lins (PP); Dr. Deodalto (DEM); Eliomar Coelho (PSOL); Enfermeira Rejane (PC do B); Gustavo Schmidt (PLS); Léo Vieira (PSC); Luiz Paulo (PSDB); Márcio Canella (MDB); Marcos Abrahão (Avante); Marcus Vinicius (PTB); Marina Rocha (MDB); Martha Rocha (PDT); Renan Ferreirinha (PSB); Subtenente Mauro Bernardo (Pros); Val Ceasa (Patriota); Valdecy da Saúde (PTC); Waldeck Carneiro (PT) e Welberth Rezende (Cidadania).

Witzel está afastado do cargo de governador desde o último dia 28 por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele é investigado por suposto envolvimento em desvios de recursos da saúde, que deveriam ser usados para montar e equipar os hospitais de campanha, durante a pandemia do novo coronavírus.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.