Assine Já
quinta, 22 de outubro de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9339 Óbitos: 478
Confirmados Óbitos
Araruama 1907 110
Armação dos Búzios 574 10
Arraial do Cabo 283 15
Cabo Frio 3072 166
Iguaba Grande 819 38
São Pedro da Aldeia 1434 66
Saquarema 1250 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
ELEIÇÕES 2020

Capitão Diogo Souza: "Quero fazer mais por Cabo Frio trocando o fuzil pela caneta"

Candidato do PSDB abre série de entrevistas da Folha com prefeitáveis de Cabo Frio

15 outubro 2020 - 12h07Por Rodrigo Cabral e Rodrigo Branco

A Folha dos Lagos começa a publicar, a partir de hoje, uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Cabo Frio. A primeira delas é com Diogo Souza da Silveira, de 33 anos, o Capitão Diogo Souza. O policial militar concorre pela primeira vez ao cargo máximo do município, pelo PSDB, e tem como companheiro de chapa o advogado Leandro Barreto, de 45 anos.

Folha dos Lagos Por que deseja ser prefeito? Qual legado quer deixar para a cidade?

Diogo Souza Quero ser prefeito porque percebi que, como policial, a minha paixão, que é servir e proteger fica limitada. Tenho um compromisso com a sociedade, pois fiz um juramento perante a bandeira e quero estender esse juramento, fazendo muito mais trocando o fuzil pela caneta.

Folha Como retomar o desenvolvimento, gerando emprego e renda, após um cenário de pandemia?

Diogo Cabo Frio precisa de um choque de ordem, para isso necessita de uma reforma administrativa e econômica. Precisamos retomar a confiança do empresário da nossa cidade. Venceremos essa crise com o empreendedorismo e desburocratização dos órgãos públicos. A crise também pode ser uma oportunidade.

Folha Os municípios da região tiveram índice baixo no Ideb. Como mudar esse cenário e quais seus planos para a Educação?

Diogo Estudei toda minha vida em colégios públicos de nossa cidade; conheci e vivi a realidade de perto, por isso, uma das minhas prioridades é dar condições dignas para professores e alunos e promover ainda mais a capacitação do corpo docente. Costumo falar que o sucateamento da Educação é um projeto para que os políticos ruins se perpetuem no poder, por isso quero o quanto antes mudar esse cenário. Lembrando que a prioridade na Educação sempre será o aluno.

Folha Quais suas principais propostas para a Saúde?

Diogo Há alguns anos nossa saúde sofre com o sucateamento dos serviços e com a má gestão dos recursos, a Secretaria precisa servir a população, não aos vereadores. Quero auditar todas as contas da pasta, bem como modernizar o sistema, trazendo mais fluidez e transparência à Secretaria. Uma de nossas prioridades é a destinação correta dos recursos do SUS. Na minha gestão, a saúde será pública de verdade.

Folha Quais as principais políticas que serão adotadas para o Turismo?

Diogo O Turismo é uma vocação natural da nossa cidade, precisamos o quanto antes criar uma autarquia para dar autonomia na arrecadação e desburocratizar a busca por investimentos nessa área. Precisamos criar um calendário permanente de turismo gastronômico, cultural, esportivo e de negócios, estimulando assim o ICMS da cidade. Um dos pontos importantes que tenho em meu plano de governo é a inclusão do Segundo Distrito no roteiro turístico da cidade. Para isso, devemos investir no ordenamento e em segurança pública para tornar a cidade atrativa.

Folha O que o candidato pensa em relação a políticas afirmativas para mulheres, negros e LGBTs?

Diogo Eu penso que Cabo Frio deve ter como foco o desenvolvimento da cidade para o cidadão em geral, pois assim conseguiremos acabar com práticas discriminatórias. Faremos com que qualquer trabalho de conscientização e preservação seja valorizado, tendo como premissa o cumprimento da lei.

Folha Quais as principais propostas para o Esporte?

Diogo Hoje, nossa cidade tem três ginásios desativados e várias praças públicas em péssimo estado. Precisamos urgentemente revitalizar esses espaços e criar monitores que incentivem a prática de esporte. Nossa cidade tem capacidade para sediar grandes eventos esportivos. Buscaremos essas parcerias para fomentar ainda mais o esporte na nossa cidade, além de usá-los como projetos sociais.

Folha Quais as principais propostas para a Cultura?

Diogo Precisamos valorizar os artistas locais, bem como capacitar o profissional que lida com o público para que sejam multiplicadores da nossa história e origem. A cultura também muito se confunde com outras atividades de subsistência, como pesca e agricultura, que devem ser acolhidas pelo poder público. Na nossa gestão, a cultura será fundida com a Secretaria de Turismo, interagindo entre elas para o desenvolvimento da nossa cidade.

Folha Quais os projetos do candidato para qualificar e ampliar a atuação da Guarda Municipal na Segurança Pública?

Diogo Tive uma experiência bem-sucedida como Secretário de Segurança Pública de Búzios, deixando um legado no município. Meu objetivo é fortalecer ainda mais esse órgão, para que o mesmo possa auxiliar com mais efetividade na segurança da população. Tenho a intenção de estruturar e treinar a Guarda, para que num futuro próximo possamos armar a nossa guarda, garantindo assim mais segurança aos cidadãos de bem.

Folha Quais as prioridades em relação à infraestrutura da cidade?

Diogo Primeiramente temos que resgatar o domínio territorial em toda cidade, fazendo com que o poder público não tenha área de exceção. Priorizar o recapeamento das ruas e o saneamento dos bairros. Precisamos oferecer o conforto ao cidadão e vender isso como atrativo ao turista. Temos ainda que revitalizar os prédios públicos, identificando a real necessidade de termos imóveis alugados, diminuindo a despesa do erário.

Folha  Quais as principais políticas que serão adotadas no Meio Ambiente? Especificamente sobre a Lagoa de Araruama, quais as ações viáveis do município para revitalização da lagoa?

Diogo Cabo Frio precisa o quanto antes de uma ordenação no que tese ao Meio Ambiente. Precisamos respeitar as nossas belezas naturais e principalmente conscientizar a população, tenho o desejo pessoal de que Cabo Frio volte a ser a cidade mais limpa do Brasil. No que tese à laguna de Araruama, precisamos dar um basta na ocupação indevida às margens dela, no derramamento de lixo e esgoto e nas irresponsáveis dragagens feitas. Na minha gestão, o contrato com a Prolagos será minuciosamente cobrado e fiscalizado, fazendo valer o melhor para a cidade.

Folha De que maneira o município pode ser mais independente dos repasses dos royalties? Como enxerga um cenário caso o regime de partilha dos royalties seja alterado no STF?

Diogo A cidade de Cabo Frio precisa de uma Prefeitura que trabalhe ao lado do empresário da nossa cidade. Só teremos êxito num novo cenário de partilha de royalties quando o interesse público for colocado à frente dos interesses privados. Precisamos desafogar a máquina pública e acima de tudo desburocratizar os órgãos para facilitar a vida de quem aqui investe e empreende. Os royalties têm uma destinação específica para a Educação e o desenvolvimento da cidade e isso será cumprido rigorosamente.

Folha Como resolver o problema dos atrasos de servidores e aposentados?

Diogo Vamos acabar com o cabide de emprego político, usando o processo seletivo como base para contratações realmente necessárias. Implementar o ponto eletrônico e sistema de controle e fiscalização da carga horária dos funcionários, combatendo o funcionalismo fantasma que é prática comum há anos. Além de mais transparência, vamos buscar maior eficiência do setor de Recursos Humanos, acabando de vez com atrasos salariais, sendo justo com quem realmente trabalha. O atraso dos servidores tem dois motivos, a má gestão e a sacanagem com os cofres públicos.

Folha Quais os principais projetos e políticas públicas direcionadas para a população de Tamoios?

Diogo Tamoios precisa ser tratado com respeito e com a mesma prioridade que destinamos para Cabo Frio, precisamos com urgência estruturar postos de saúde e escolas para o nosso tão esquecido Segundo Distrito. A criação de uma delegacia em Tamoios também faz parte do meu plano de governo, bem como a criação de uma base do Corpo de Bombeiros à margem da rodovia. Todas as políticas adotadas na nossa gestão serão comuns ao 1º e 2º Distritos, acabando com a segregação.

(*) A entrevistada desta sexta-feira (16) será a candidata Cris Fernandes, do PSD.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.