Assine Já
sábado, 16 de outubro de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
21ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
LOBBY LEGISLATIVO

Câmara pressiona Prefeitura por volta de ambulantes às praias em Cabo Frio

Presidente da Casa diz que vai questionar tratamento desigual em relação a outras atividades

04 agosto 2020 - 20h22Por Rodrigo Branco

Os ambulantes e demais trabalhadores das praias de Cabo Frio ganharam o apoio da Câmara Municipal na tentativa de conseguir a liberação para a volta das atividades nas areias, que seguem proibidas no município. Se até então, havia a manifestação isolada de alguns vereadores, na sessão desta terça-feira (4), a primeira após o recesso parlamentar, o presidente da Casa, Luis Geraldo (Republicanos) prometeu cobrar do governo uma posição sobre o assunto.

Equilibrando-se entre o discurso de preocupação com o avanço da Covid-19 no município e a reivindicação dos ambulantes, Luis Geraldo defendeu igualdade no tratamento, visto que praticamente todos os demais segmentos já foram autorizados a retornar ao trabalho. O chefe do Legislativo disse que, na última sexta-feira (31), conversou com representantes dos autônomos, que relataram as dificuldades que estão vivendo. Entretanto, não conseguiu respostas do Gabinete de Crise.

– Sou um dos mais críticos em relação a isso (flexibilização). Sempre critiquei essa abertura muito fácil, essa flexibilização. Acho quer todos temos que trabalhar, todos temos que produzir, mas ainda vejo muita gente não respeitando esses protocolos, o que diminui um pouco para nós possamos vencer essa pandemia na nossa cidade, mas o que eu passei agora para eles, e passo agora, é que é uma injustiça muito grande com eles. Porque se abriu e se flexibilizou para todo mundo – disse Luis Geraldo.

Outros vereadores, como Silvio Blau Blau (PTB), Edilan do Celular (MDB) e Vaguinho (Republicanos) fizeram coro com o presidente. Estreando na função de líder da oposição, a vereadora Letícia Jotta (Pros) argumentou que os trabalhadores atuam ao ar livre, diferentemente de outros segmentos. Sobrou uma farpa até para o colega Miguel Alencar (DEM), que não estava presente.

– Nesse momento, gostaria de entender que critérios são esse em que abriu comércio, shopping, hotel, academia, igreja, casa de festa e deixou de fora os nossos ambulantes da praia. Confesso a minha decepção do líder do governo (Miguel) não estar presente porque eu gostaria de direcionar essa pergunta para ele – disparou.

Na última sexta-feira (31), a Prefeitura editou novo decreto de flexibilização, que diminuiu as restrições de outras atividades econômicas, mas manteve a proibição do comércio nas praias. 

Caso Hemolagos

Outro ponto mencionado durante a sessão de reabertura foi a dívida da Prefeitura com o Hemolagos, que faz o banco de sangue funcionar de forma parcial, como forma de racionar o uso de bolsas de coleta. 
Durante o seu discurso, o vereador Rafael Peçanha (Cidadania) afirmou que vai apresentar uma indicação para que a Prefeitura remaneje verbas orçamentárias para publicação de atos oficiais em favor do Hemolagos.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.