Assine Já
quinta, 21 de outubro de 2021
Região dos Lagos
20ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Câmara

Câmara de Cabo Frio retoma votações nesta terça-feira

Projeto que institui isonomia entre inspetores de alunos e auxiliares de classe está na pauta

06 agosto 2019 - 13h54Por Rodrigo Branco I Foto: Arquivo Folha
Câmara de Cabo Frio retoma votações nesta terça-feira

Após uma abertura solene na última quinta-feira (1º), a Câmara Municipal de Cabo Frio inicia na noite desta terça (6) para valer os trabalhos legislativos o segundo semestre do ano. A pauta de hoje será a mesma que estava prevista para a sessão de 11 de julho, a última antes do recesso, quando não houve o número suficiente de vereadores em plenário para que ela acontecesse. 

A expectativa é que um grande número de servidores da Educação compareça ao plenário para acompanhar a sessão exatamente porque vai entrar em votação o projeto do Executivo que altera a lei complementar nº 12, que trata do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da categoria. O texto trata da aguardada isonomia entre os inspetores escolares e auxiliares de classe. 

A falta de quórum em julho foi considerado um balde de água fria pelos servidores, que chegaram a acusar o governo de manobrar junto à base para que a sessão não fosse realizada naquela ocasião. A isonomia entre as duas funções havia sido acertada entre o governo e os funcionários em rodadas de negociação anteriores. Segundo a coordenadora-geral do Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), Cíntia Machado, haverá pressão pela aprovação do projeto.

– Nós estaremos lá acompanhando. A isonomia para os auxiliares de classe e inspetores de alunos é uma luta que travamos desde 2013. Esse projeto objetiva a alteração do piso salarial dos auxiliares e inspetores. A alteração na lei 12/2012 corrigirá uma das falhas apontadas pela própria categoria e sentida na pele por esses servidores. A categoria cobra isso o tempo todo – explica Cíntia. 

Além do PL complementar, os vereadores também votam 11 vetos, parciais ou totais, do prefeito Adriano Moreno (Rede) a diversos projetos, como um do vereador Rafael Peçanha (PDT), que institui um calendário anual de pagamento para os servidores municipais, e outro do vereador licenciado e atual secretário de Governo Miguel Alencar (PPS), que cria o depósito público municipal eletrônico.

Outro assunto que será colocado em votação na relargada dos trabalhos refere-se aos requerimentos do vereador Vinícius Corrêa (PP) aos representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da Fundação Cultural Palmares para viabilizar a restauração da Fazenda de Campos Novos. 

Além disso, será analisado um parecer favorável da Comissão de Redação Final ao projeto de lei do vereador Aquiles Barreto (SD), que estende a reserva de vagas para pessoas com deficiência, que existe nos concursos públicos, para os processos seletivos simplificados feitos pelo município. Contudo, promete causar polêmica o projeto de lei do vereador Edilan do Celular (PRP), que prevê o pagamento de juros e correção monetária aos servidores, no caso de atrasos no pagamento dos servidores, que têm sido constantes. O assunto já teve o aval da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Como a Folha já havia antecipado, ao longo do ano, a Câmara colocará em discussão e votação os projetos que proíbem a utilização de canudos plásticos, e qualquer outro material que não seja biodegradável, bem como o que regulamenta o acesso de ônibus de turismo (excursões) e vans de turismo e o que disciplina a arborização urbana e as áreas verdes no município.

– Vamos tratar de muitos assuntos com o retorno dos trabalhos legislativos. E dentre eles uns que são fundamentais para o ordenamento de nosso município. A nossa meta é dar sequência a todas as discussões de interesse público que se encontram nesta Casa Legislativa, sem morosidade e sempre democraticamente – disse o presidente da Câmara, Luis Geraldo (PRB).

As sessões são realizadas às terças e quintas-feiras, com início às 18h e transmissão ao vivo pela Jovem TV e pela página oficial da Câmara no Facebook.