Assine Já
sexta, 22 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
PEQUENO ALÍVIO

Câmara de Cabo Frio aprova suspensão de cobrança de multas recebidas por comerciantes

Benefício só não é válido para sanções referentes ao descumprimento de decretos sobre pandemia de Covid-19

12 maio 2020 - 17h05Por Rodrigo Branco

Os vereadores de Cabo Frio aprovaram nesta terça-feira (12) um projeto de lei que suspende a cobrança de multas dadas a empresas do município, à exceção daquelas referentes aos decretos sobre a pandemia de Covid-19. A matéria, que traz algum alívio em tempos de queda ou ausência de faturamento, foi aprovada em sessão extraordinária com outras quatro que haviam sido aprovadas pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

A Câmara aprovou ainda um projeto que obriga os bancos a disponibilizarem álcool gel aos clientes, dentro das agências e nos caixas eletrônicos. Os outros dois projetos tratam da criação de um plano emergencial de combate ao novo coronavírus nas favelas e comunidades de Cabo Frio; e da prorrogação excepcional da validade dos documentos públicos no município em função da pandemia.

Por fim, a Câmara deu sinal verde para a mudança no decreto nº 6.229, de 9 de abril, que impede que o governo retire gratificações dos diretores de escola. Todos os projetos aprovados seguem agora para a sanção do prefeito Adriano Moreno (DEM).

Por sua vez, conforme a Folha antecipou, os vetos do prefeito foram encaminhados para a CCJ, o principal deles sobre a revogação da lei que abre caminho para a participação na gestão pública, em especial na Saúde, de organizações sociais (OSs) e de organização da sociedade civil de interesse público (Oscips).

Também seguem tramitação no Legislativo os vetos de Adriano ao projeto que dispõe sobre a redução proporcional das mensalidades das escolas privadas durante a pandemia de Covid-19 e ao projeto que permite o uso do orçamento de permissões culturais e manutenção de editais para auxílio financeiros a artistas e produtores culturais enquanto durar o surto da doença. Outro veto que será apreciado pelo Legislativo é ao projeto que mantém o atendimento mínimo do Programa de Assistência Médica dos Servidores Municipais (PasMed) durante a pandemia.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.